Noticias em eLiteracias

🔒
✇ AYUDA PARA MAESTROS

Más de 1.000 recursos e ideas para celebrar la Navidad

Por Manu Velasco — 27 de Novembro de 2020, 23:00


Regalos solidarios para cualquier época del año.
17 calendarios de Adviento fáciles de hacer.
Cientos de recursos educativos para la Navidad.
Nuevo y maravilloso anuncio de la lotería de Navidad.
Las letras de los villancicos más populares.
25 ideas muy originales para decorar el árbol de Navidad.
Las mejores obras de teatro de Navidad para representar con niños.
Los mejores juegos educativos para regalar en Navidad.
Las 24 mejores películas de Navidad.
6 juegos demandare para regalar a los más pequeños.
10 regalos tecnológicos para profesores.
Palabras para disfrutar de la Navidad.
5 sitios web para crear tarjetas de Navidad y enviarlas online.
Un bonito corto navideño que te llegará al corazón.
10 cuentos de Navidad en vídeo para que los niños descubran su magia.
Cómo hacer estrellas de Navidad para decorar.
10 recursos para aprender jugando estas navidades.
40 regalos muy originales para profesores.
4 vídeos de Navidad para educar en valores.
Manualidades de Navidad para niños.
Cómo hacer un belén de plastifica.
15 regalos de Navidad para docentes.
El emotivo vídeo de un anciano que quería reunir a toda su familia en Navidad.
Las mejores manualidades navideñas.
Manualidades y actividades para hacer con los niños en Navidad.
Monta tu propio belén.
La otra carta - Un vídeo para descubrir cuál es el mejor regalo para nuestros hijos.
5 juguetes originales para regalar a los más pequeños.
6 libros infantiles de Navidad para leer y regalar.
Más de 100 recursos educativos de Navidad.
10 manualidades de Navidad para realizar con niños.
Láminas para colorear relacionadas con la Navidad.
Más de 60 ideas originales para regalar a los más pequeños de la casa en Navidad.
100 enlaces con recursos TIC para trabajar la Navidad.
Navidad digital: villancicos, recetas, fotos y mil ideas más.
15 ideas para realizar estas navidades en tu colegio.
Navidades sorprendentes - Invitaciones personalizadas en vídeo de los Reyes y Papá Noel.
SantaApp - Aplicación para que los más pequeños disfruten de la visita de Papá Noel.
Libros que todo docente debe leer.
¿Conocéis algún recurso más?

✇ Genbeta

Headless CMS: qué son y en qué se diferencian de los CMS tradicionales

Por Marcos Merino — 27 de Novembro de 2020, 21:54

Headless CMS: qué son y en qué se diferencian de los CMS tradicionales

Llamamos 'CMS' (content management system) a todo aquel tipo de software de gestión de contenidos web que se ejecuta en un servidor. Seguro que, aunque el término no te suene, conoces alguno: Wordpress, Prestashop, phpBB, Mediawiki, Moodle... son algunos de los más populares, pero la lista es enorme.

Ahora bien, en los últimos años hemos podido presenciar el surgimiento de una nueva clase de CMS, el 'headless CMS'. Ciertamente, el término traducido al español no resulta muy explicativo ('CMS sin cabeza'), por lo que vamos a explicar un poco en qué consisten.

¡Que le corten la cabeza!

La expresión 'sin cabeza' hace referencia a la idea de separar la cabeza (el 'front-end', lo que ve el usuario) del cuerpo (el 'back-end', el espacio de administración en el que los webmasters crean y gestionan los contenidos); en oposición a este modelo, el resto de CMS recibe el nombre de CMS 'monolíticos' o 'acoplados'.

Pensemos por un momento en Wordpress: si alguna vez lo has instalado a mano en un hosting, sabrás que la misma estructura de directorios que permite sirve al usuario el front-end es la que permite el acceso al front-end. Así, Wordpress maneja todo, desde la escritura en la base de datos hasta las plantillas de la web.

Por el contrario, un headless CMS provee únicamente una interfaz administrativa desde la que gestionar el repositorio de contenidos a publicar, así como una API REST que, utilizando tecnología JSON, permite conectar dichos contenidos con una o varias interfaces de usuario.

Así, una compañía puede contar con un único headless CMS corporativo desde donde publicar contenidos de manera multicanal: tanto en aplicaciones móviles como en blogs, simultáneamente o por separado.

Y es que este cambio quizá no suponga un gran avance para el propietario de una web personal, pero en entornos corporativos se está dando la bienvenida a estos CMS por mejorar la escalabilidad, flexibilidad y seguridad de sus canales online.

Traditional Vs Headless CmsAsí explica Contentstack (uno de los headless CMS más populares) la diferencia entre su modelo y los CMS tradicionales.

Opciones para front-end y para back-end

Pero, ¿cuáles son estos nuevos CMS? Entre los más destacados podemos señalar Storyblok, Prismic, Cloud CMS, Contentful, Directus, Contentstack o Strapi. Son muy diferentes entre sí, en uso, enfoque, funcionalidades y costes, por lo que te animamos a analizar con cuidado cada opción si estás buscando elegir uno para tu proyecto.

Pero entonces, ¿dónde quedaría ahora el front-end? ¿Qué software será ahora el responsable de conectar el headless CMS con el navegador del usuario? Pues bien, existen varias soluciones, dos de ellas son:

  • Recurrir a tecnologías que extraigan los contenidos de los headless CMS y los pongan online utilizando generadores de webs estáticas. En ese sentido, es frecuente encontrar a usuarios que añaden Contentful a la combinación de GitHub y Netlify, que ya abordamos aquí como modo de publicar webs de forma gratuita.
Screenshot 27Ejemplo de la interfaz de creación de contenidos de Contentful.
  • Programar tu propia aplicación web para que, haciendo uso de REST, extraiga los contenidos de tu headless CMS y les aplique la plantilla que prefieras.

-
La noticia Headless CMS: qué son y en qué se diferencian de los CMS tradicionales fue publicada originalmente en Genbeta por Marcos Merino .

✇ Open Culture

The Great Courses Offers Every Course for $40 Until Midnight Tonight

Por OC — 27 de Novembro de 2020, 20:29

Here’s a holiday season deal worth mentioning. The Great Courses (formerly The Teaching Company) is offering every course for $40 in digital format (or $60 in DVD format). The deal lasts through midnight on Black Friday.

If you’re not familiar with it, the Great Courses provides a very nice service. They travel across the U.S., recording great professors lecturing on great topics that will appeal to any lifelong learner. They then make the courses available to customers in different formats (DVD, CD, Video & Audio Downloads, etc.). The courses are very polished and complete, and they can be quite reasonably priced, especially when they’re on sale, as they are today. Click here to explore the offer.

Separately, it’s also worth mentioning that the Great Courses Plus–which makes courses available in streaming format as part of a monthly subscription service–is running a Black Friday deal where you can get a free trial for the service, plus 20% of popular plans.

Note: The Great Courses is a partner with Open Culture. So if you purchase a course, it benefits not just you and Great Courses. It benefits Open Culture too. So consider it win-win-win.

The Great Courses Offers Every Course for $40 Until Midnight Tonight is a post from: Open Culture. Follow us on Facebook, Twitter, and Google Plus, or get our Daily Email. And don't miss our big collections of Free Online Courses, Free Online Movies, Free eBooksFree Audio Books, Free Foreign Language Lessons, and MOOCs.

✇ Fundação Para a Ciência e a Tecnologia

Notícia: Concurso de Projetos em todos os Domínios Científicos

27 de Novembro de 2020, 20:20

Candidaturas abrem a 28 de janeiro de 2021

✇ Educação - Google News

Educação busca parceria com Roquette Pinto para uso de conteúdos educativos no Tocantins - Surgiu

27 de Novembro de 2020, 20:06
Educação busca parceria com Roquette Pinto para uso de conteúdos educativos no Tocantins  Surgiu
✇ Educação - Google News

Grupo Norte de Comunicação lança projeto de Educação - Mercadizar

27 de Novembro de 2020, 20:01
Grupo Norte de Comunicação lança projeto de Educação  Mercadizar
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Sonda japonesa com amostras do asteroide Ryugu está perto da Terra

27 de Novembro de 2020, 20:00

A sonda japonesa Hayabusa2 está retornando para a Terra, trazendo amostras do solo e dados do asteroide Ryugu que podem fornecer pistas sobre as origens do sistema solar, segundo divulgou um funcionário da Agência Japonesa de Exploração Aeroespacial (Jaxa) nesta sexta-feira (27).As amostras serão lançadas no sul da Austrália no dia 6 de dezembro, em uma cápsula solta pela Hayabusa2. A espaçonave levou cerca de um ano para cobrir os 300 milhões de quilômetros de distância entre a Terra e o asteroide Ryugu.Cientistas da Jaxa acreditam que as amostras, principalmente as retiradas da superfície do asteroide, contêm dados importantes que não foram afetados pela radiação espacial e outros fatores ambientais."Os materiais orgânicos são as origens da vida na Terra, mas ainda não sabemos de onde vieram", disse Makoto Yoshikawa, gerente de missão da Hayabusa2. "Esperamos encontrar pistas sobre a origem da vida na Terra, analisando detalhes dos materiais orgânicos trazidos pela Hayabusa2".A Jaxa pretende lançar a cápsula com as amostras em um local remoto e pouco povoado da Austrália, a uma distância de 220 mil quilômetros da superfície, método que exige muita precisão. A cápsula é protegida por um escudo térmico e se transformará em uma bola de fogo durante sua reentrada na atmosfera, 200 quilômetros acima do solo. Quando faltarem apenas 10 quilômetros para atingir o solo, um paraquedas se abrirá para facilitar o pouso. Ao mesmo tempo, a cápsula emitirá sinais para indicar sua localização.ReproduçãoSuperfície do asteroide Ryugu. Imagem: Jaxa/DivulgaçãoHayabusa2 voltará ao espaçoOs cientistas da Jaxa instalaram antenas parabólicas em vários locais na área de pouso para captar os sinais, mas helicópteros, drones e radares marinhos estarão de prontidão para ajudar na busca e recuperação da cápsula – que possui apenas 40 centímetros de diâmetro.Este não será o fim da missão da Hayabusa2, que foi iniciada em 2014. Depois de soltar a cápsula, a sonda retorna ao espaço e seguira para um pequeno asteroide, chamado 1998KY26, em uma missão prevista para durar mais 10 anos.A sonda pousou em Ryugu duas vezes, apesar de sua superfície ser extremamente rochosa, e coletou amostras e dados com sucesso durante um ano e meio após sua chegada em junho de 2018. Em fevereiro do ano seguinte, coletou amostras de poeira da superfície. Já em julho do mesmo ano, coletou amostras subterrâneas de um asteroide pela primeira vez, depois de pousar em uma cratera criada pela própria Hayabusa2.Asteroides estão entre os objetos mais antigos do sistema solar, o que leva os pesquisadores a acreditar que esses dados podem ajudar a explicar a evolução da Terra. Via: Phys.org
✇ Leitura - Google News

Programa Escola.Rio vai enfatizar interpretação de texto na Band e TV Escola durante a semana de 30/11 a 5/12 - Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro - Prefeitura do Rio

27 de Novembro de 2020, 19:56
Programa Escola.Rio vai enfatizar interpretação de texto na Band e TV Escola durante a semana de 30/11 a 5/12 - Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro  Prefeitura do Rio
✇ Presidência da República Portuguesa

Presidente da República promulga diploma do Governo

27 de Novembro de 2020, 19:44
{DX02_LEGENDA_RSS}

Apesar da não audição dos parceiros económicos e sociais sobre o regime concreto acolhido, atendendo à extrema urgência na entrada em vigor, o Presidente da República promulgou hoje o diploma do Governo que altera o apoio extraordinário à retoma progressiva de atividade em empresas em situação de crise empresarial e clarifica o regime excecional e temporário de faltas justificadas motivadas por assistência à família.


27.11.2020
✇ Artes - Google News

MACRAMÊ: A NOVA MODA DAS ARTES MANUAIS GANHOU DESTAQUE NAS PESQUISAS ON-LINE DURANTE A QUARENTENA - jornaldepiracicaba.com.br

27 de Novembro de 2020, 19:39
MACRAMÊ: A NOVA MODA DAS ARTES MANUAIS GANHOU DESTAQUE NAS PESQUISAS ON-LINE DURANTE A QUARENTENA  jornaldepiracicaba.com.br
✇ Educação - Google News

Secretaria da Educação confirma caso positivo em escola da Calheta - DNoticias

27 de Novembro de 2020, 19:38
Secretaria da Educação confirma caso positivo em escola da Calheta  DNoticias
✇ Educação - Google News

Black Week: aproveite as condições especiais de cursos no setor de educação - Metrópoles

27 de Novembro de 2020, 19:29
Black Week: aproveite as condições especiais de cursos no setor de educação  Metrópoles
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Trajetória de vida rende a Elon Musk Prêmio Axel Springer 2020

27 de Novembro de 2020, 19:20

Apesar de ser um tanto quanto polêmico, não se pode negar que Elon Musk também é um visionário. Por suas conquistas de vida e trajetória de sucesso, o bilionário será homenageado em 1º de dezembro com o Prêmio Axel Springer. A cerimônia de entrega do reconhecimento, que ocorrerá em Berlim, contará com a presença de Musk e terá como tema “Uma Noite para Elon Musk - Missão a Marte”.Segundo o site Tesla North, a oportunidade contará com destaques multimídia que “homenageiam o trabalho, a visão e a vida de um dos empreendedores mais criativos e engenheiros mais brilhantes da era digital”. Na oportunidade, o Ministro Federal da Saúde, Jens Spahn, também deverá discursar.ReproduçãoElon Musk é o quinto ganhador do Prêmio Axel Springer e receberá homenagem no próximo mês. Créditos: Kathy Hutchins/ShutterstockPara a premiação, foram analisados vários aspectos da vida do dono da Tesla, SpaceX, Neuralink, e outras empresas. Considerando este ponto, cabe destacar a influência de Musk na modernização da indústria automobilística por meio da Tesla. A companhia possibilitou a democratização dos carros elétricos e inova a cada lançamento desde 2004, quando seu atual dono aplicou US$ 6,3 milhões de sua fortuna pessoal no negócio.Elon Musk: a trajetória do polêmico bilionárioDa mesma forma, a SpaceX tem se sobressaído no que diz respeito a missões ao espaço. A empresa já tem realizado testes reais com protótipos da Starship, que ainda neste mês poderá passar por uma prova de voo de significativa altitude. Além disso, é por meio dos serviços da SpaceX que Musk idealizou e já coloca em prática a internet banda larga de alto desempenho da Starlink, com centenas de satélites ligados na órbita da Terra formando uma única rede. A ideia do tema da noite de premiação, inclusive, pode ter vindo justamente dos investimentos do bilionário na SpaceX, afinal a intenção de Musk é utilizá-la para, em breve, colonizar Marte.ReproduçãoUma das empresas de sua propriedade que fez com que Musk vencesse o prêmio, foi a SpaceX. Créditos: L Galbraith/ShutterstockA Neuralink também se destaca no conglomerado de empresas de posse de Musk, isto porque o grupo é focado em soluções que integram homem e máquina. Uma das ideias mais recentes do proprietário da empresa foi a criação de implantes cerebrais que poderão fazer com que o homem escute músicas diretamente no cérebro. A companhia também busca por tecnologias que poderiam tratar doenças neurológicas, como Alzheimer e Parkinson, tornando-se de extrema importância para a sociedade em geral.Musk também possui outras empresas que se destacam pelo mundo, como por exemplo a The Boring Company, que pretende mudar o transporte público e o trânsito na cidade grande por meio de túneis inovadores. A OpenAI também deve ser citada, pois se dedica à pesquisa sobre inteligência artificial e não possui fins lucrativos. O objetivo é gerar tecnologias baseadas em IA que ajudem a humanidade em várias frentes. Em 2018, Elon Musk se afastou da sociedade, mas continua a ser um dos investidores.Prêmio Axel SpringerMusk será o quinto vencedor do Axel Springer. Segundo o site do próprio prêmio, Mathias Döpfner, CEO da Axel Springer, disse que “como um dos empreendedores mais criativos e engenheiros mais brilhantes da era digital, Elon Musk inspira uma geração inteira. Ele combina grandes visões com a vontade indomável de alcançá-las. Com PayPal, SpaceX e Tesla, Elon Musk virou indústrias inteiras de cabeça para baixo, e sua motivação é irreprimível. Ele é motivado pelo objetivo de tornar a vida melhor para a humanidade. E não em pequenos passos, mas fundamentalmente invertendo a maneira como fazemos as coisas. Com um sucesso incrível”.O reconhecimento é promovido anualmente e os premiados anteriores foram Mark Zuckerberg, fundador e CEO do Facebook; Sir Tim Berners-Lee, inventor da World Wide Web; Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon e proprietário do Washington Post; bem como o economista e autor Shoshana Zuboff.Via: Teslarati
✇ Educação - Google News

Coletivo reivindica criação de Painel Covid Educação - Século

27 de Novembro de 2020, 19:17
Coletivo reivindica criação de Painel Covid Educação  Século
✇ SAPO Tek

Alterações ao Código da Estrada: Multas por uso do telemóvel ao volante recebem agravamento de 100%

27 de Novembro de 2020, 19:16
Na conferência de imprensa realizada após o Conselho de Ministros, Patrícia Gaspar, secretária de Estado da Administração Interna, explicou que as coimas que outrora se encontravam no patamar dos 120 euros, sobem para os 250 euros. Já as de 600 euros aumentam para 1.250.

✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Como justificar o voto pelo celular ou site do TSE

27 de Novembro de 2020, 19:15

Parte dos municípios brasileiros voltam às urnas neste domingo, 29, para escolher prefeito no segundo turno eleição municipal. Mas 2020 é um ano atípico, com uma pandemia que alterou boa parte da rotina da população, fazendo com que muitos eleitores prefiram não ir ou não consigam comparecer à seção eleitoral.Para essas pessoas, é possível justificar o seu voto sem sair de casa. Isso é essencial para evitar multas e problemas com a Justiça Eleitoral no futuro, e é possível fazer tanto pelo navegador quanto pelo celular.Vale ressaltar que o TSE só aceitará novos downloads do aplicativo até 23h59 de sábado, 28, no horário de Brasília.Confira os passos no tutorial abaixo:Site do TSEClique aqui para ser redirecionado ao justifica.tse.jus.br, plataforma digital criada especialmente para justificar o seu voto pelo navegador;Em seguida, acesse 'Iniciar requerimento de justificativa';Preencha todo o formulário com informações como o Título Eleitoral, nome e data de nascimento. Por fim, selecione a caixa 'Não sou um robô' para prosseguir;Agora adicione seus dados pessoais como e-mail e telefone para contato no novo formulário;Depois de completar outros dados como turno e qual eleição não vai poder participar, descreva em detalhes o motivo de não poder comparecer no dia da votação.É preciso anexar uma imagem ou documento que comprove sua justificativa.Captura de telaFormulário de justificativa de voto pelo site do TSE. Reprodução/Olhar DigitalPor fim, basta clicar em 'Enviar' e aguardar a chegada de um e-mail confirmando seu número de protocolo. É importante guardar essa informação para acompanhar o andamento da solicitação.É preciso fazer uma nova justificativa para cada turno. O prazo para o envio do formulário é de, no máximo, 60 dias contados a partir da data de votação. Aplicativo e-TítuloTambém é possível utilizar o app oficial do Tribunal Superior Eleitoral para justificar o seu voto pelo celular. Antes de mais nada, é preciso que o título de eleitor já esteja cadastrado no sistema digital do TSE. Caso ainda não tenha adicionado o seu documento no banco de dados do aplicativo, o procedimento é relativamente simples:Baixe a última versão do e-Título disponível para Android ou iPhone;Preencha os campos necessários com os seus dados;Por fim, o sistema vai selecionar automaticamente algumas perguntas de segurança para confirmar a identidade do eleitor e vai pedir o cadastro de uma senha. Se chegou até aqui, seu documento foi cadastrado com sucesso. Agora vamos ao processo de justificativa.Captura de telaAplicativo e-Título. Reprodução/Olhar DigitalJustificando pelo celularAinda no e-Título, na tela principal, acesse 'Mais opções' no menu inferior e selecione 'justificativa de ausência';Em seguida, selecione qual eleição deseja justificar na lista gerada pelo app;Preencha o formulário com sua justificativa de ausência.Assim como na justificativa pelo site, é preciso adicionar um documento comprovando o motivo de ausência na seção antes de finalizar a solicitação.A disponibilidade do recurso é uma forma segura e simples para ficar livre de multas caso não seja possível comparecer na sua seção nos dias de votação. Portanto, se este for o seu caso, ou de algum amigo ou familiar, vale a pena conferir essa função antes de ter que sair de casa apenas para justificar o seu voto.
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Desenvolvedor consegue rodar o Windows em um Mac com o chip M1

27 de Novembro de 2020, 19:11

Desde que a Apple migrou toda sua plataforma de hardware para os processadores Intel, em 2006, usuários de Macs podem ter o "melhor dois dois mundos" e rodar o Windows, e seus aplicativos, dentro do mac OS usando um software como o Parallels Desktop. O Parallels não é um emulador: ele executa código x86 nativamente no processador do Mac, e virtualiza os outros recursos da máquina (RAM, disco, GPU, periféricos) para criar um "PC" dentro do Mac.Mas o processador M1 que equipa os novos Macs lançados no início deste mês é baseado na arquitetura ARM, com um conjunto de instruções completamente diferente da arquitetura x86 dos PCs. Desta forma, é impossível executar o Windows via Parallels nas novas máquinas.O mac OS Big Sur até inclui um "tradutor" de código x86 chamado Rosetta 2, usado para rodar apps escritos para os Macs Intel nas novas máquinas. Mas embora funcione muito bem com apps tradicionais, ele não é compatível com a tecnologia de virtualização usada no Parallels.Mas há uma esperança para quem ainda deseja ou precisa do Windows dentro de seu Mac: um desenvolvedor chamado Alexander Graf usou o QEMU, um software de emulação e virtualização de código aberto, para rodar a versão ARM do Windows (Windows on ARM) dentro dos novos Macs.Who said Windows wouldn't run well on #AppleSilicon? It's pretty snappy here 😁. #QEMU patches for reference: https://t.co/qLQpZgBIqI pic.twitter.com/G1Usx4TcvL— Alexander Graf (@_AlexGraf) November 26, 2020Esta versão foi desenvolvida para rodar nos tablets Surface Pro X, que usam processadores ARM co-desenvolvidos pela Qualcomm e Microsoft chamados SQ1 e SQ2, e inclui um emulador para executar apps tradicionais escritos para a versão "PC" do sistema. Isso significa que é possível rodar muitos de seus apps Windows favoritos, embora indiretamente, nos novos Macs.Graf escreveu um patch para o QEMU integrando-o com o Hypervisor.framework, recurso do mac OS Big Sur criado para facilitar o acesso à tecnologia de virtualização sem que os desenvolvedores tenham de escrever extensões para o kernel (núcleo) do sistema operacional.Segundo ele, o desempenho não é problema: "O Windows ARM64 pode rodar aplicativos x86 muito bem. Não é tão rápido quanto o Rosetta 2, mas está perto". Mas avisa: "isso ainda está no começo. Certamente é possível reproduzir os meus resultados - todos os patches estão na lista de discussão - mas não espere um sistema estável e completamente funcional, ainda".Fonte: MacRumors
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Sob ameaça de greve, Amazon anuncia pagamento bônus para funcionários

27 de Novembro de 2020, 19:11

A Amazon prometeu um bônus US$ 300 para seus funcionários da linha de frente - aqueles que correm maior risco de contrair a Covid-19, neste fim de ano. Em nota oficial, o vice-presidente de Operações da empresa, Dave Clark, afirma que o gesto é em agradecimento às equipes "que continuam a desempenhar um papel vital servindo suas comunidades".Porém, a remuneração extra vem num momento de tensão na Amazon. O movimento #MakeAmazonPay anunciou uma série de protestos por parte dos funcionários da empresa em vários países. A ação ocorre nesta sexta-feira (27), em plena Black Friday, dia que abre a alta temporada de vendas não só no e-commerce, mas também em outras áreas do comércio mundial.Ao todo, a Amazon irá destinar US$ 500 milhões em bônus aos funcionários. "Combinado com outros incentivos, somente neste trimestre estamos investindo mais de US$ 750 milhões em pagamento adicional para nossa força de trabalho horária da linha de frente, além de nosso salário-mínimo nacional de US$ 15 [por hora]", explica Clark. De acordo com o executivo, a empresa já teria gastado mais de US$ 2,5 bilhões em bônus em 2020.Por outro lado, de acordo com o #MakeAmazonPay, profissionais de toda a cadeia de abastecimento da companhia vão parar no Brasil, México, Estados Unidos, Reino Unido, Espanha, França, Bélgica, Luxemburgo, Itália, Polônia, Índia, Bangladesh, Filipinas, Austrália, e Alemanha, sendo que neste último caso, mais de três mil trabalhadores deverão participar do ato.Entre as reivindicações estão o "aumento dos salários dos trabalhadores em todos os depósitos da Amazon, incluindo pagamento de bônus durante os períodos de pico e pagamento de periculosidade durante a pandemia; reintegrar todos os trabalhadores que foram demitidos após falarem sobre saúde e segurança no trabalho; dar aos sindicatos acesso aos locais de trabalho da Amazon para falar com os trabalhadores; compromisso com emissões zero até 2030; acabar com a venda de dispositivos que dependem de práticas de vigilância em massa, como Amazon Ring; e o pagamento integral dos impostos onde ocorre a atividade econômica".Amazon/DivulgaçãoDesde o início da pandemia de Covid-19, os funcionários da Amazon estão tendo que seguir novas normas de segurança. Imagem: Amazon/DivulgaçãoA empresa é notoriamente hostil a organizações de sindicatos e protestos que possam vir de seus funcionários. Em setembro, a plataforma Amazon Jobs divulgou duas vagas de emprego para analistas de "ameaças de organizações trabalhistas". "Observar ameaças de organizações trabalhistas contra a empresa", essa era uma das responsabilidades descritas para as vagas de Analista de Inteligência e Analista de Inteligência sênior."Esta é uma série de afirmações enganosas de grupos mal informados ou com interesses próprios que estão usando o perfil da Amazon para promover suas causas individuais", afirmou a empresa em um comunicado sobre os protestos. Apesar da pandemia, a Amazon viu seu lucro triplicar no terceiro trimestre.A empresa contratou centenas de milhares de novos trabalhadores para lidar com o aumento na demanda do consumidor e acrescentou dezenas de novas medidas de segurança, incluindo um regime de testes, máscaras e limpezas mais rigorosas. No mês passado, de acordo com a própria Amazon, 20 mil de seus trabalhadores norte-americanos contraíram  a Covid-19.Via: CNET
✇ Educação - Google News

Encceja 2020: edital com data de aplicação da prova é divulgado - Estado de Minas

27 de Novembro de 2020, 19:02
Encceja 2020: edital com data de aplicação da prova é divulgado  Estado de Minas
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Eclipse lunar penumbral acontece na próxima segunda-feira; saiba como observar

27 de Novembro de 2020, 19:00

Em 30 de novembro, além de marcar a última Lua Cheia do mês, é o dia em que os observadores do céu podem admirar um eclipse lunar penumbral. Esse fenômeno ocorre quando a Lua passa pela parte externa da sombra da Terra (penumbra), projetada pelo Sol.É um evento bastante sutil: a Lua ficará menos brilhante neste período, mas não terá um "pedaço inteiro" ocultado como em um eclipse umbral, quando a sombra da Terra é projetada diretamente sobre nosso satélite.Aqui no Brasil, os entusiastas poderão observar o fenômeno às 4h32 (horário de Brasília) no horizonte oeste. O evento será visto com mais intensidade a partir das regiões Norte e Centro-Oeste. Moradores do Nordeste, Sudeste e Sul também verão o eclipse penumbral, mas será menos notável.Os eclipses deste tipo são diferentes de suas versões totais ou parciais. Durante um fenômeno total, a Terra passa diretamente entre o Sol e a Lua, impedindo que a luz solar chegue ao nosso satélite natural. Em contrapartida, em um eclipse parcial, a Lua passa por parte da sombra da Terra, conhecida como umbra.Apesar do fenômeno acontecer, pode ser que ele não seja visto por diversos fatores, como céu nublado. Além disso, segundo a Nasa, por der que o "escurecimento da Lua durante este eclipse não seja perceptível sem instrumentação, mas para espaçonaves, como o Lunar Reconnaissance Orbiter, a redução de energia solar será perceptível".Como se orientarPara facilitar a orientação e saber em que direção olhar, é importante identificar os principais pontos cardeais. Para isso, você pode usar um velho truque ou um app em seu celular.O velho truque é baseado numa frase que você deve ter aprendido na escola: "o sol nasce a leste e se põe a oeste". Fique em pé e estique os braços, com o direito apontando para o nascente, e o esquerdo para o poente. Então você terá o leste à direita, o norte à frente, o oeste à esquerda e sul atrás de você.Aplicativos de Bússola do Android (à esquerda) e no iOS. Foto: ReproduçãoQuanto ao app, existem inúmeras opções. Quem usa um iPhone não precisa de um app extra, basta usar o "Bússola", que é parte do iOS. Para Android minha recomendação é o "Apenas uma bússola", da PixelProse SARL, que é bonito, simples, gratuito e, mais importante, sem anúncios.Via: LiveScience
✇ SAPO Tek

Protótipo da Starship vai ser posto à prova num novo teste de voo a uma altitude de 15 quilómetros

27 de Novembro de 2020, 18:48
De acordo com Elon Musk, entre os objetivos do próximo teste de voo está a verificação do mecanismo de ascensão dos motores, assim como das flaps que foram colocadas ao longo da nave. Embora não indique a data exata da realização do teste, rumores apontam para o dia 30 de novembro.

✇ Exposições - Google News

Louise Bourgeois | Deslaçar um tormento - Guia da Cidade

27 de Novembro de 2020, 18:48
Louise Bourgeois | Deslaçar um tormento  Guia da Cidade
✇ Artes - Google News

Teatro de Gil Vicente com três criações que cruzam diferentes artes - Notícias ao Minuto

27 de Novembro de 2020, 18:42
Teatro de Gil Vicente com três criações que cruzam diferentes artes  Notícias ao Minuto
✇ Bibliotecas - Google News

Manifesto desafia a luta contra suspensão da Cultura nas escolas - Notícias ao Minuto

27 de Novembro de 2020, 18:34
Manifesto desafia a luta contra suspensão da Cultura nas escolas  Notícias ao Minuto
✇ Exposições - Google News

Agenda ON traz as atrações do final de semana na região - ACidade ON

27 de Novembro de 2020, 18:28
Agenda ON traz as atrações do final de semana na região  ACidade ON
❌