Noticias em eLiteracias

🔒
✇ Exposições - Google News

Aprovada MP 948 que permite reembolso em até 12 meses após fim da pandemia - Mercado & Eventos

8 de Abril de 2020, 23:01
Aprovada MP 948 que permite reembolso em até 12 meses após fim da pandemia  Mercado & Eventos
✇ Exposições - Google News

Projeto cultural “Ocupe.Arte: Conexões” adota programação online - Campinas.com.br

8 de Abril de 2020, 22:48
Projeto cultural “Ocupe.Arte: Conexões” adota programação online  Campinas.com.br
✇ Exposições - Google News

Príncipe Carlos inaugura via vídeo hospital de campanha em Londres - Notícias de Coimbra

3 de Abril de 2020, 11:46
Príncipe Carlos inaugura via vídeo hospital de campanha em Londres  Notícias de Coimbra
✇ Leitura - Google News

ANÁLISE: SanDisk Extreme Portable SSD - Boa opção para notebooks e smartphones - Mundo Conectado

9 de Abril de 2020, 06:16
ANÁLISE: SanDisk Extreme Portable SSD - Boa opção para notebooks e smartphones  Mundo Conectado
✇ Educação - Google News

Pandemia e educação a distância - O Tempo

9 de Abril de 2020, 06:13
Pandemia e educação a distância  O Tempo
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Hush: A Morte Ouve

9 de Abril de 2020, 05:04

Um divertimento escondido na Netflix é o filme de horror "Hush: A Morte Ouve", de 2016, de um dos diretores mais interessantes do século 21, Mike Flanagan. No mesmo ano, Flanagan lançou seu melhor longa, "O Sono da Morte" e um outro divertimento, "Ouija – Origem do Mal". Em 2019 realizou o celebrado "Doutor Sono", uma espécie de continuação arriscada do clássico de Kubrick, "O Iluminado" (1980).

Na trama de "Hush", Maddie (Kate Siegel, também corroteirista), é uma escritora surda e muda que se isola no campo para escrever seus romances de sucesso. Por vezes, ela recebe uma amiga que também mora no campo. O restante de sua vida social se dá por aplicativos de comunicação virtual.

Numa noite escura como só no campo pode acontecer, sua vizinha é assassinada por um homem mascarado, nem na sua porta. Mas ela não ouve os gritos desesperados da vítima. Nem percebe a presença do assassino, que chega a entrar em sua casa, mas está inicialmente mais propenso aos jogos de horror.

Por exemplo: já nos primeiros vinte minutos o assassino misterioso tira a máscara, revelando seu rosto, o rosto de um homem comum. Essa é a cara da violência americana em muitas ocasiões: a de um homem comum, ordinário, que se passa por educado, mas coleciona esqueletos no armário.

Maddie, surda e muda, nunca poderia viver isoladamente. Mas como é escritora, podemos acreditar na ideia da artista reclusa, que se refugia no meio da natureza para melhor criar suas histórias. É um clichê, que aceitamos de bom grado se a narrativa se encaminhar bem, mas que contará pontos negativos se muitos equívocos se acumularem.

Dois filmes de outra época, outras ambições, vêm à mente. O primeiro é superior: "Terror Cego" (1971), de Richard Fleischer, no qual Mia Farrow é uma jovem cega ameaçada por um maníaco em sua casa de campo. O segundo é inferior, mas guarda maiores semelhanças com "Hush". Trata-se de "Um Clarão nas Trevas" (1967), de Terence Young, em que Audrey Hepburn é uma moça que perdeu a visão recentemente, e é aterrorizada por três homens à procura de heroína escondida em uma boneca.

Nos três filmes, e, de certo modo, em muitos outros, em maior ou menor grau, a heroína tem alguma dificuldade que diminui suas chances de sobrevivência. Ela terá então de aprender a lutar com suas armas, com os outros sentidos, mais aguçados pela ausência de um ou dois deles, e com o fator surpresa.

Filme curto, de pouco mais de oitenta minutos de duração, levado e escrito com a habitual competência por Flanagan, "Hush" é mais um exercício de suspense e horror que faz jus ao gênero sem nos entregar nada de verdadeiramente novo. Mesmo o estilo parece mais comportado com relação a outros filmes do diretor, como se ele estivesse mais interessado no terror propriamente dito, da escritora às voltas com um demente.

Na verdade, o maior desafio é sustentar esses oitenta minutos, uma vez que toda a situação já está dada com vinte, sobrando então uma hora para um confronto que tenderia a se resolver rapidamente. É aí que Flanagan faz a diferença, onde vários diretores poderiam se oferecer ao engano. Há, decerto, alguns clichês a mais. Há, contudo, um real interesse pelo desenrolar da história e por um desfecho quiçá improvável, após alguns desvios desnecessários pelo caminho (a voz interna de Maddie, por exemplo).

* Sérgio Alpendre é crítico e professor de cinema

✇ BiblogTecarios

Rady, el gato enfermero

Por David Gómez — 9 de Abril de 2020, 05:00

La entrada Rady, el gato enfermero aparece primero en BiblogTecarios.

Una tarde lluviosa de domingo, el aburrimiento lleva a la niña protagonista de esta historia a rebuscar entre los cajones de su casa. Cuando uno […] Leer más

La entrada Rady, el gato enfermero aparece primero en BiblogTecarios.

✇ Livros - Google News

Livros indispensáveis na quarentena (para miúdos e graúdos) - idealista.pt/news

9 de Abril de 2020, 03:45
Livros indispensáveis na quarentena (para miúdos e graúdos)  idealista.pt/news
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Pinterest adiciona nova aba de compras para facilitar vendas no app

9 de Abril de 2020, 02:30

Pinterest lançou nesta terça-feira (7) novas funcionalidades para incentivar a venda de produtos na interface do aplicativo.

Reprodução

De acordo com informações do TechCrunch, a plataforma agora apresenta uma aba "compre" no mecanismo de busca. Ao lado a seção "explorar", o recurso seleciona publicações de produtos à venda a partir dos resultados da pesquisa realizada.

Reprodução

A ferramenta também foi adicionada ao painel do perfil do usuário. Na nova configuração, a página mostra a seções "pins", "compre" e "mais ideias", nesta ordem. Dessa forma, ofertas são exibidas diretamente no painel, além disso devem aparecer enquanto o usuário explora novos conteúdos em "mais ideias".

Reprodução

A plataforma ainda traz uma nova tecnologia para incentivar compras diretamente por meio dos pins. Ao selecionar um conteúdo, o Pinterest oferece a opção "comprar similares". Quando acionada, o aplicativo analisa os elementos da imagem e fornece sugestões de produtos semelhantes aos usuários.

Por exemplo, se o pin representa uma sala de estar, na qual são retratados um sofá, uma cadeira e uma mesa. Ao clicar em "comprar similares", o próprio aplicativo vai detectar os elementos da imagem. A partir disso, são apresentados botões sobre cada produto identificado. Se o usuário clicar no botão associado ao sofá, por exemplo, o programa vai sugerir ofertas de sofás similares.

Caso o anúncio desperte interesse, o usuário pode clicar no conteúdo para ser direcionado a plataforma de e-commerce da empresa vendedora para concretizar a compra.

Reprodução

Segundo o site de notícias, a quantidade de pins de produtos à venda no Pinterest cresceu 2,5 vezes desde o ano passado. No mesmo período, o aplicativo mais do que dobrou o tráfego de usuários direcionado aos sites das empresas. Já o número de usuários engajados em conteúdos comerciais aumentou 44%. 

Além das novas abas, a publicação ainda destaca que o Pinterest lançou novos guias de estilo que podem aparecer em pesquisas relacionadas a termos específicos, como "sala de estar". O novo recurso deve encaminhar usuários a conteúdos de diferentes épocas e, como o próprio nome já diz, estilos. 

✇ Bibliotecas - Google News

Participação no mercado de Gestão de biblioteca 2019: Tendência, Tamanho, Crescimento do negócio, Segmentação, Concorrentes e Detalhes da previsão para 2023 - El Universal

9 de Abril de 2020, 01:44
Participação no mercado de Gestão de biblioteca 2019: Tendência, Tamanho, Crescimento do negócio, Segmentação, Concorrentes e Detalhes da previsão para 2023  El Universal
✇ Artes - Google News

Hulk derrota Superman em artes inéditas do crossover Marvel vs DC; veja - Omelete

9 de Abril de 2020, 01:44
Hulk derrota Superman em artes inéditas do crossover Marvel vs DC; veja  Omelete
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Arquivos em PDF são grandes vetores de malwares; saiba como se proteger

9 de Abril de 2020, 01:30

Aqueles que pensam que apenas executáveis e arquivos do pacote Office, como Excel e Word, podem carregar malwares estão enganados. Há muitos outros perigos para arriscam a segurança em nossos dispositivos, e os arquivos em PDF estão incluídos nessa lista, como explica a ESET, empresa especialista em segurança cibernética.

O PDF é um dos formatos de armazenamento de documentos mais utilizados no mundo. Por mais versátil e útil que seja, a larga utilização acabou atraindo a atenção de cibercriminosos. Ainda que hajam muitas formas de contaminar os usuários, a ESET considera duas estratégias principais na hora de desenhar os PDFs maliciosos.

Esse tipo de arquivo contém exploits, ou seja, sequências de comandos capazes de aproveitar uma vulnerabilidade no programa leitor de PDFs. Claramente, nem todos os programas usados para abrir PDFs têm as mesmas vulnerabilidades, algo que também pode mudar dependendo da atualização do sistema utilizado.

Em 2018, pesquisadores da ESET descobriram uma vulnerabilidade zero-day que era explorada por um PDF malicioso. Essa brecha de segurança afetava algumas versões do popular programa Adobe Reader e, ao ser explorada, permitia a execução de um código arbitrário de maneira remota no dispositivo infectado.

Reprodução

A segunda maneira mais comum é usando scripts. Esses arquivos maliciosos contêm um script incorporado, cuja função é limitada a obter e executar outro malware mais complexo, ou seja, não caracterizam a principal ameaça. Esses scripts geralmente utilizam duas estratégias:

  • Baixar e executar um malware de um site externo;
  • Executar um malware incorporado como mais um objeto dentro do arquivo.

O ataque será efetivo somente se o script for executado de forma automática, imediatamente quando o usuário abrir o arquivo. No entanto, vale dizer que os leitores de PDF costumam ter proteções que impedem que o código JavaScript abra o arquivo incorporado sem autorização do usuário. 

"Mesmo com esses mecanismos de segurança, não devemos subestimar o potencial malicioso dos PDFs, pois um usuário inexperiente e distraído, ou vítima de engenharia social, pode permitir que o arquivo seja aberto", avisa Camilo Gutiérrez, chefe do Laboratório de Pesquisa da ESET América Latina. "Por outro lado, ao abrir arquivos que aproveitam a existência de uma vulnerabilidade no programa para ler PDF, nenhuma mensagem será exibida, pois a exploração ocorrerá sem a necessidade de interação do usuário".

PDFs têm muito potencial para serem usados com fins maliciosos. Portanto, a necessidade de cautela e boas práticas de segurança. Caso vá gerar um documento em PDF, limpe qualquer tipo de metadado que possa dar indícios sobre a versão do software utilizado, do usuário ou do sistema operacional. Dessa forma, inibe-se o risco de um ataque direcionado.

Já para abrir tais arquivos, é essencial contar com programas antivírus para deter esse tipo de ameaça, especialmente em situações em que não se conheça o emissor dos documentos. Caso o software pergunte se deseja abrir o documento, verifique antes a legitimidade do arquivo. Por fim, assegure-se de que o software que utilizar esteja atualizado para a versão mais recente. Assim, o risco de ser mais uma vítima de exploits diminui.

✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Google proíbe funcionários de utilizarem o aplicativo Zoom

9 de Abril de 2020, 01:04

Em época de distanciamento social, a comunicação fica, pura e exclusivamente, a cargo da tecnologia. Nesse cenário, o app americano Zoom de videoconferência ganhou popularidade entre usuários corporativos e destaque na bolsa de valores, isso até as revelações de Patrick Jackson virem à tona por meio do jornal americano Washington Post na semana passada.

Milhares de gravações de vídeo na nuvem da empresa vazaram pela falta de cuidado na hora de nomear os arquivos. Pesquisáveis, as mídias foram armazenadas de forma desprotegida em um dos servidores da Amazon Web Services. Apesar do recente pedido de desculpas do CEO Eric Yuan, a Anvisa, Agência Nacional de Vigilância Sanitária, suspendeu o uso do aplicativo nos sistemas de autarquias do Brasil. O Google, ciente das ameaças, também seguiu pelo mesmo caminho, e proibiu que seus funcionários baixem ou mantenham a plataforma em seus dispositivos, segundo uma publicação da Reuters desta quarta (8).

Além do episódio, a TrendMicro, empresa de cibersegurança, afirmou que alguns downloads do aplicativo instalavam um minerador de criptomoedas na máquina das vítimas. "Encontramos um Coinminer junto com o instalador legítimo do aplicativo de videoconferência Zoom, atraindo usuários que desejavam instalar o software, mas acabavam baixando inconscientemente um arquivo malicioso. Os arquivos comprometidos não são do centro de downloads oficial do Zoom e supõe-se que eles sejam provenientes de sites fraudulentos", informou a companhia.

BleepingComputer também encontrou outros tipos de instaladores em versões contaminadas com cavalos de Troia, como o conhecido Bladabindi. Elas abriam brechas para invasores infectarem as máquinas das vítimas, dando a eles o poder de roubarem dados, acessarem a webcam para tirarem screenshots, executarem comandos para baixar e instalar outros softwares maliciosos.

De acordo com a Bloomberg, o Google não foi o único a proibir o uso do Zoom: SpaceX e Tesla, companhias de Elon Musk, o Departamento de Educação da cidade de Nova Iorque e Taiwan também bloquearam a instalação da plataforma temendo que seus funcionários e cidadãos tivessem suas reuniões espionadas.

"A rápida adoção de plataformas de teleconferência, como o Zoom, sem a devida verificação, potencialmente coloca em risco segredos comerciais, segredos de estado e defensores de direitos humanos", explicaram pesquisadores do Laboratório Cidadão da Universidade de Toronto, no Canadá.

Michael Drieu, acionista do Zoom, processou o aplicativo afirmando que a plataforma escondeu as falhas mesmo após ter ciência das vulnerabilidades de segurança, o que implicou na desvalorização das ações da empresa.

Por sua vez, Eric Yuan, CEO do Zoom, reconheceu que as medidas de privacidade ficaram aquém do esperado. O CEO ainda declarou que o aplicativo receberá criptografia de ponta a ponta, mas que o processo deve demorar alguns meses para ser concluído.

✇ Artes - Google News

Projeto usa internet para transformar isolamento social com poesia - Campo Grande News

9 de Abril de 2020, 00:26
Projeto usa internet para transformar isolamento social com poesia  Campo Grande News
✇ Educação - Google News

Até 217 mil alunos da educação infantil podem ficar sem matrícula, diz sindicato - O Tempo

9 de Abril de 2020, 00:03
Até 217 mil alunos da educação infantil podem ficar sem matrícula, diz sindicato  O Tempo
✇ Recortes.pt - destaques

[Jornal da Beira]

9 de Abril de 2020, 00:00

✇ Recortes.pt - destaques

Urgência pediátrICA de Aveiro reabre hoje [Diário de Aveiro]

9 de Abril de 2020, 00:00

Serviço encerrou no dia 17 de março depois de alguns profissionais terem fICAdo infectados com o coronavírus, mas a administração garante que já pode abrir “com segurança”
✇ Recortes.pt - destaques

Campeonatos seniores foram cancelados [Diário de Coimbra]

9 de Abril de 2020, 00:00

Federação e associação de futebol de Coimbra tomaram a decisão de cancelar as provas de futebol e futsal sénior. Taça de portugal, i e ii liga são as únICAs “resistentes”
✇ Educação - Google News

FMM: há 34 anos transformando gerações por meio da Educação no AM - EM TEMPO

8 de Abril de 2020, 23:34
FMM: há 34 anos transformando gerações por meio da Educação no AM  EM TEMPO
✇ Educação - Google News

Caiado, destruindo a Educação, a Cultura e tradição do Estado - Jornal Argumento

8 de Abril de 2020, 23:31
Caiado, destruindo a Educação, a Cultura e tradição do Estado  Jornal Argumento
✇ Cerámica Wiki - Cambios recientes [es]

Arte precolombino

Por 190.117.100.69 — 8 de Abril de 2020, 23:21

Importancia:

← Revisión anterior Revisión de 23:21 8 abr 2020
Línea 5: Línea 5:
 
[[Imagen:Palenque Relief.jpg|thumb|190 px|right|Relieve en el museo de sitio de Palenque]]
 
[[Imagen:Palenque Relief.jpg|thumb|190 px|right|Relieve en el museo de sitio de Palenque]]
   
La importancia de tener el culo abierto xD como el del de tu hermanol arte precolombino es indiscutible como patrimonio de la humanidad y creación del talento humano. Del mismo dice [[José Manuel Guardia Villar]] que dichos logros artísticos e intelectuales rivalizan con aquellos de civilizaciones antiguas como las surgidas en [[China]], [[India]], [[Mesopotamia]] y las de los pueblos del Mediterráneo:{{Cita|Estos logros resultan aún más sorprendentes si tenemos en cuenta que la mayoría de las técnicas de las civilizaciones del hemisferio oriental no eran conocidas en el Nuevo Mundo. La [[rueda]]<!--- qué misterio --->, por ejemplo, se usaba en Mesoamérica solamente en los juguetes y nunca llegó a aplicarse a la alfarería (como [[torno]]), a la construcción de carretas o como sistema de arrastre. El uso de herramientas de metal no era frecuente y, además, no empezaron a utilizarse hasta las últimas etapas de la historia precolombina. Los mayas realizaban elaboradas esculturas y complejos ornamentos de [[jade]] golpeando una piedra con otra. Esta cultura también es famosa por sus hermosas tallas en [[obsidiana]] tanto en armas como en articulos ornamentales para el uso diario y para los ritos funebres. Destaca [[Palenque]] en este tipo de manofactura<ref>J.M. Guardia Villar: [http://www.imageandart.com/tutoriales/historia_arte/precolombino/1ra_parte/index.html Historia del Arte, culturas y artes precolombinos]. </ref>}}
+
La importancia del arte precolombino es indiscutible como patrimonio de la humanidad y creación del talento humano. Del mismo dice [[José Manuel Guardia Villar]] que dichos logros artísticos e intelectuales rivalizan con aquellos de civilizaciones antiguas como las surgidas en [[China]], [[India]], [[Mesopotamia]] y las de los pueblos del Mediterráneo:{{Cita|Estos logros resultan aún más sorprendentes si tenemos en cuenta que la mayoría de las técnicas de las civilizaciones del hemisferio oriental no eran conocidas en el Nuevo Mundo. La [[rueda]]<!--- qué misterio --->, por ejemplo, se usaba en Mesoamérica solamente en los juguetes y nunca llegó a aplicarse a la alfarería (como [[torno]]), a la construcción de carretas o como sistema de arrastre. El uso de herramientas de metal no era frecuente y, además, no empezaron a utilizarse hasta las últimas etapas de la historia precolombina. Los mayas realizaban elaboradas esculturas y complejos ornamentos de [[jade]] golpeando una piedra con otra. Esta cultura también es famosa por sus hermosas tallas en [[obsidiana]] tanto en armas como en articulos ornamentales para el uso diario y para los ritos funebres. Destaca [[Palenque]] en este tipo de manofactura<ref>J.M. Guardia Villar: [http://www.imageandart.com/tutoriales/historia_arte/precolombino/1ra_parte/index.html Historia del Arte, culturas y artes precolombinos]. </ref>}}
   
 
==Sudamérica==
 
==Sudamérica==
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

10 grandes filmes disponíveis no À la carte

8 de Abril de 2020, 23:20

Nesta longa quarentena que está apenas no começo, é necessário nos ocuparmos com aquilo que nos distrai e nos mantém apaixonados. Em nosso caso, o cinema. Por isso iniciarei aqui uma série de indicações de filmes nas diversas plataformas de streaming, uma a uma.

Começando por aquela que, até dia 15 de abril, coloca todo o seu catálogo em gratuidade. Basta apenas se inscrever rapidamente para curtir as obras-primas que estão por lá. Talvez seja o melhor catálogo de filmes disponíveis em streaming no Brasil.

Por isso, aproveite, sem preconceito contra filmes antigos, por favor, que quem perde é você.

Os 10 escolhidos (entre dezenas de opções maravilhosas)

01. Aurora (F.W. Murnau, 1927)

Primeiro filme americano do alemão Murnau (de "Nosferatu", 1922), sobre um caso de adultério que quase termina em tragédia. Uma obra-prima para quem tem coragem de ver filmes sem cores e sem diálogos. Hollywood, comprovadamente, não seria a mesma sem "Aurora".

Gostou? Experimente "Metropolis" (Fritz Lang, 1927), do outro grande do expressionismo alemão.

02. A Regra do Jogo (Jean Renoir, 1939)

Diretor fundamental para o cinema moderno, realiza aqui um jogo em que a hipocrisia da burguesia (a qual pertencia) é desnudado violentamente.

Gostou? Experimente O Anjo Exterminador (Luís Buñuel, 1962), obra-prima já indicada aqui: olhardigital.com.br/cinema-e-streaming/noticia/o-anjo-exterminador/99028

03. Ser ou Não Ser (Ernst Lubitsch, 1942)

Trama de espionagem e aventura em que um ator se envolve em uma trama na Polônia ocupada pelos nazistas. Só Lubitsch mesmo para tratar um tema desses com leveza e respeito.

Gostou? Experimente os vários filmes de Éric Rohmer que estão no catálogo.

04. Contos da Lua Vaga Depois da Chuva (Kenji Mizoguchi, 1953)

Uma história de fantasmas em um dos dramas históricos mais pungentes da história do cinema. Mizoguchi, mestre do movimento, em contraposição a Ozu, mestre da câmera estática.

Gostou? Experimente "Era Uma Vez em Tóquio" (1953), feito no mesmo ano pelo outro gigante do cinema japonês, Yasujiro Ozu (de certo modo um adversário de Mizoguchi).

05. Rocco e Seus Irmãos (Luchino Visconti, 1960)

As obsessões realistas e operísticas de Visconti encontram neste filme a mais perfeita equação. Sobre uma família de sulistas que migra para o norte da Itália e inicia um dolorido processo de desintegração.

Gostou? Experimente o outro de Visconti que há no catálogo: "Morte em Veneza" (1971).

06. A Morte de um Burocrata (Tomás Gutierrez Alea, 1966)

As dificuldades de uma família para enterrar o patriarca falecido rendem uma crítica à burocracia cubana e um dos filmes mais engraçados de todos os tempos.

Gostou? Experimente os filmes do ótimo René Clair, os franceses "Sob os Tetos de Paris" (1930) e "Por Ternura Também se Mata" (1957), e o americano "Casei-me com uma Feiticeira" (1942).

07. Andrei Rublev (Andrei Tarkovski, 1967)

O cinema moderno soviético tem sua afirmação com este longo e delirante painel da Idade Média russa disfarçado de biografia do pintor de ícones que dá título ao filme.

Gostou, experimente "Solaris" (1972) e "Stalker" (1979), outras obras-primas de Tarkovski, ou, por sua conta e risco, "Vá e Veja" (Elem Klimov, 1985), sub-Rublev, mas com fãs ardorosos.

08. Dersu Uzala (Akira Kurosawa, 1975)

O filme de exílio de Kurosawa, após sua tentativa de suicídio. Feito na Rússia, fala de uma amizade improvável no tom épico e grandioso do diretor.

Gostou? Experimente o outro de Kurosawa, "Trono Manchado de Sangue" (1957), sua particular leitura do "Macbeth" de Shakespeare.

09. O Fundo do Coração (Francis Ford Coppola, 1982)

O filme que causou a ruína de Coppola, que preferiu reconstruir Las Vegas em estúdio. Mas também uma pérola musical capaz de fazer rir e chorar até quem tem coração de pedra. O maneirismo dos anos 1980 encontra aqui sua mais evidente representação.

Gostou? Experimente "Uma Mulher é uma Mulher" (1961), musical que é uma porta de entrada para o cinema de Jean-Luc Godard.

10. Winter Sleep (Nuri Bilge Ceylan, 2014)

O melhor filme do irregular cineasta turco Ceylan, sobre uma esposa que luta para ter independência do marido de tendências tirânicas. Diálogos bergmanianos e a bela paisagem da Anatólia.

Gostou? Experimente "Face a Face" (1975), um dos filmes mais fortes do sueco Ingmar Bergman, inspiração evidente para Ceylan, além de Tarkovski.

* Sérgio Alpendre é crítico e professor de cinema

✇ Educação - Google News

Conselho de Educação de Florianópolis vai na contramão do Estado, Blumenau e Joinville - NSC Total

8 de Abril de 2020, 23:20
Conselho de Educação de Florianópolis vai na contramão do Estado, Blumenau e Joinville  NSC Total
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

WhatsApp agora permite chamadas em grupo

8 de Abril de 2020, 23:12

O WhatsApp facilitou as chamadas em grupo. Agora basta um clique no ícone de chamada ou videochamada no topo da conversa para iniciar uma ligação com vários participantes de uma vez só.

A novidade foi anunciada no perfil oficial da empresa no Twitter na terça-feira. A mensagem não diz se a mudança foi motivada pela pandemia de covid-19, mas é possível que sim, já que a necessidade por chamadas em grupo aumentou com o distanciamento social e o trabalho remoto.

A equipe do Olhar Digital testou a função. Ela funciona nas versões de WhatsApp para Android e para iOS, mas não está disponível no WhatsApp Web.

 

✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Estudantes processam Google por coleta de dados

8 de Abril de 2020, 23:12

Dois estudantes americanos estão processando o Google por coletar ilegalmente informações que podem ser usadas para identificá-los. Muitas escolas nos EUA usam Chromebooks e um pacote de aplicativos, com Gmail, Drive, Docs e outros.

A ação informa que, para usá-los, os estudantes têm de falar ao microfone para que suas vozes sejam capturadas. Eles também precisam olhar para as câmeras para que seus rostos sejam escaneados.

No processo, os requerentes pedem que o Google pare com a coleta de dados. Além disso, solicitam que destrua dados já coletados e pague 5 mil dólares por estudante para cada violação

❌