Noticias em eLiteracias

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemRevista ACB

Bibliotecas universitárias e usuários surdos: adequação de serviços e produtos

Analisa os serviços e/ou produtos oferecidos pela Biblioteca José de Alencar da Faculdade de Letras (BJA/FL) da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) para estudantes surdos da Instituição. Pesquisa de caráter exploratório e quali-quantitativo, adotando-se pesquisa bibliográfica e documental e de questionário como método de coleta de dados. Identificou que a BJA/FL oferece poucos serviços ou produtos voltados para os estudantes surdos. Evidenciou a demanda por profissional que saiba Libras na biblioteca. Recomenda a busca por informações acerca da comunidade surda; a capacitação em Libras e a divulgação de serviços e produtos com enfoque nos estudantes surdos.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Modelo de fluxo da informação para estudantes internacionais: um estudo no Setor de Acolhimento da Universidade Federal de Minas Gerais

O processo de internacionalização das universidades exige um trabalho de gestão da informação aplicado aos departamentos internos dessas instituições. O objetivo deste estudo é contribuir para melhorias do processo de internacionalização realizado pelo Setor de Acolhimento e Programa Bem-Vindo da Universidade Federal de Minas Gerais, por meio de uma proposta de modelagem do fluxo da informação desse setor, considerando a opinião de autores renomados da área de Ciência da Informação e a aplicabilidade dessa modelagem no contexto de trabalho das instituições. Metodologicamente, recorreu-se à Design Science Research, tendo em vista propor melhorias ao trabalho interno do setor investigado e possibilitar a integração entre as equipes de trabalho e entre os estudantes internacionais e brasileiros. Os resultados possibilitaram modelar o fluxo da informação, que foi avaliado pelo setor, mediante a aplicação de um questionário. Concluiu-se que o desenvolvimento desse modelo é viável e benéfico, entretanto, faz-se necessário que as atividades sejam revisadas com a equipe e o fluxo de informação refeito por meio de um software de Business Intelligence.
  • 4 de Outubro de 2021, 17:04
  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Praça XV e suas representações: fonte de informação e memória da história de Florianópolis

A Praça XV de Novembro em Florianópolis, Santa Catarina, é uma fonte de informação aberta, proporcionando debates sobre a representação de fatos e o silenciamento de muitos. A presente pesquisa pretende, por meio da história da Praça XV de Novembro, conhecer uma história que está no silêncio do esquecimento. Pesquisa bibliográfica e descritiva, com abordagem exploratória in loco, com base em pesquisas sobre memória, lembranças, lugares de memória e monumentos e fontes de informação não bibliográficas. As representações que compõem a Praça são o Monumento aos voluntários catarinenses na Guerra do Paraguai e dos bustos de Cruz e Souza, José Boiteux; Victor Meirelles e Jerônimo Francisco Coelho. Observar a Praça XV de Novembro como um espaço público, na qual tem a função pedagógica de um lugar de memória, possibilita o conhecimento de histórias que não deveriam ser esquecidas, para tanto é preciso repensar os seus monumentos e o enaltecimento às figuras controversas. Para isso é preciso se atentar as narrativas que ali foram esquecidas e silenciadas e fazer desse espaço um ambiente de aprendizagem, e não só de estética.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Produtividade científica sobre nanotecnologia (2007-2019)

O estudo é de natureza quantitativa-descritiva, realiza uma pesquisa bibliométrica sobre publicações científicas em nanotecnologia no período entre 2007-2019, nos arquivos da base de dados da Web of Science, objetivando conhecer a produção científica sobre o tema, a taxa de crescimento da literatura, a distribuição geográfica e os títulos de artigos e autores mais produtivos. Para a coleta dos dados utiliza a metodologia adotada por Nazim e Ahmad (2008) que realizaram a mesma pesquisa para o período 1991-2006. Os resultados demonstram um crescimento na literatura de 624,93% na comparação entre os dois períodos. Liu Y da China desponta como primeiro autor participando na elaboração de 142 artigos científicos.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Sala de aula invertida no enfrentamento fake news, desinformação e infodemia em época de Covid-19

O presente trabalho visa à apresentação do relato de experiência com o uso da metodologia ativa denominada ‘sala de aula invertida’, como proposta para uma intervenção pedagógica. Teve como objetivo apresentar o conceito de Fake News, desinformação e infodemia; e, as estratégias para identificação e não disseminação de informações falsas, sob o viés da competência em informação, e na perspectiva da educação profissional e tecnológica, para estudantes do curso técnico, integrado ao ensino médio, do Instituto Federal Goiano. A pesquisa, de abordagem qualitativa, descritiva, teve a fundamentação teórica baseada em revisão de literatura, apoiada no estudo de caso, para relatar uma situação do contexto real. Por fim, considera a sala de aula invertida como possibilidade para o ensino remoto, evidencia que estratégias de buscas informacionais e senso crítico são essenciais para a identificação de informações falsas, as quais podem impactar diretamente na vida das pessoas, sugerindo a necessidade do desenvolvimento ou aprimoramento da competência em informação para a utilização de informações de maneira ética e comprometida com a sociedade.
  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

A ciência pura e aplicada da ciência da informação

Apresenta-se a resenha do livro Ciência da Informação: visões e tendências, publicado em 2020, pela Imprensa da Universidade de Coimbra. A obra foi construída a partir de estudos de 17 docentes e pesquisadores de cinco países diferentes e coordenadas por Maria Beatriz Marques e Liliana Esteves Gomes. O objetivo geral é investigar a CI pela ciência pura e aplicada, fornecendo assim uma fundamentação sólida que contribua para a divulgação científica da área. O livro é constituído de onze capítulos, notando a presença de três idiomas, inglês, espanhol e português, abordando temas como: ciência da informação, áreas correlatas, mercado de trabalho, profissionais da informação, problemáticas e epistemologias da área.
  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Normalização e funções arquivísticas: relato de experiência de aprendizagem

Este trabalho é resultado de uma experiência de aprendizagem na relação entre a normalização da documentação de arquivo e as funções arquivísticas. Apresenta reflexões sobre algumas normas e sua aplicação na gestão de arquivos. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi o de relacionar o escopo de algumas normas com as funções arquivísticas de produção, classificação, avaliação, aquisição, preservação, descrição e difusão. Apresenta e define cada função e discorre sobre as normas ISO 15489, ISAD (G), ISAAR (CPF), NOBRADE, ISO 9000, ISO 30.300, ISO 19.005 e IEC 26300. Metodologia: Trata-se de pesquisa básica, exploratória e descritiva com as técnicas de pesquisa bibliográfica e documental. Como resultado, tem-se um quadro de normas aplicáveis a cada função arquivística. Conclusões: Conclui que o sucesso da organização de arquivos depende da aplicação das funções arquivísticas e que as normas podem facilitar essa prática.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Patentes no âmbito da base de dados da Ciência da Informação: exame bibliométrico da produção científica (2010 a 2020) indexada na Brapci

As informações contidas em patentes se revelaram de fundamental importância para o desenvolvimento de atividades de inteligência competitiva, subsidiando a garantia legal de inventos ou a adição de algo no processo de invenção e no modelo de utilidade. A pesquisa apresenta uma perspectiva quanti-qualitativa da recente literatura científica na esfera das patentes, apresenta um analítico painel com as publicitações em periódicos da Ciência da Informação. Objetivo: apreender alguns indicadores bibliométricos para situar como o termo patente adentra no espaço das revistas científicas indexadas na Base Referencial de Artigos de Periódicos em Ciência da Informação (Brapci). Metodologia: utiliza pesquisa exploratória e bibliométrico como estratégia de análise, identificação e apresentação dos resultados e, o diagnóstico pontua três âmbitos: i) levantar o quantitativo de periódicos indexados tratando da temática; ii) identificar os periódicos mais representativos que analisam a temática; iii) descrever o perfil dos autores mais produtivos sobre o tema. Conclusão: revoca como resultado 198 artigos dos quais 119 se enquadram nos parâmetros estabelecidos no recorte amostral de 2010 a 2020. Aponta a constituição de uma rede com 228 pesquisadores e, os principais veículos de publicação da temática envolvem a revista Reciis/Fiocruz – com 15 artigos indexados, e o periódico ‘Perspectivas em Ciência da Informação’– com 10 publicações relacionadas ao tema.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Dewey e Lewis: a noção de crescimento e o valor da experiência literária para crianças

O artigo discute o tema dos fundamentos da crítica da literatura infantil, a partir do pensamento de C. S. Lewis. Destaca a ideia de crescimento, utilizada por Lewis para dar base à sua crítica. Identifica a necessidade de fundamentação teórica para as iniciativas de pesquisa e promoção da leitura no campo da biblioteconomia e da ciência da informação. Recorre à teoria do crescimento de John Dewey a fim de propor a substituição das noções de “criança” e “infância” pela de “imaturidade”, na discussão especializada acerca da leitura literária infantil. Relaciona as ideias de Lewis e Dewey a respeito do crescimento e aponta para o potencial da leitura literária em integrar as diversas modalidades da experiência, promovendo o crescimento da experiência compartilhada.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

Gelaterácia: uma experiência de democratização da leitura a partir de bibliotecas comunitárias

Este relato de experiência apresenta ações de democratização da leitura denominada de Gelaterácia, Taperoá – Bahia. O desenvolvimento deste relato é próprio de estudos qualitativos. Resultados evidenciam a aprovação dessas Bibliotecas Comunitárias pela comunidade. Conclui-se que a Gelaterácia pode ser uma ação necessária para reverte-se de mecanismo político no combate às diferentes formas de injustiça, por meio do acesso democrático e equitativo à informação, atuando como fonte de democratização do saber que pode gerar desenvolvimento cidadão a quem possa utilizar desse espaço. Esse acesso se mostrou possível e de baixo custo, por isso viável para replicar em outras comunidades.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

A pandemia de COVID-19 e o impacto nos serviços das Bibliotecas Públicas do Estado de Santa Catarina

A chegada da pandemia ocasionada pelo vírus COVID-19, no início de 2020, tem causado efeitos alarmantes no mundo todo, modificando a maneira de ser e de agir das pessoas nos diversos segmentos, entre eles, o das bibliotecas públicas. A presente pesquisa constitui-se um estudo de caso, com o instrumento de coleta de dados um questionário com quinze perguntas, com o objetivo de responder a seguinte questão: quais os serviços prestados pelas bibliotecas públicas das dez cidades mais populosas de Santa Catarina foram criados e/ou modificados a partir da pandemia de Covid-19? Os resultados da análise indicam que a maioria das bibliotecas analisadas se adequaram à realidade do momento vivido, criando mecanismos para cumprir com sua função de promotora do conhecimento. De certa forma, a pandemia trouxe a luz o baixo investimento nas bibliotecas públicas no que se refere aos cuidados com as equipes, ao espaço físico que elas ocupam e a ausência de aquisição de novas tecnologias, denotando a realidade na dificuldade de políticas públicas voltadas para o setor.

  • 4 de Outubro de 2021, 17:04

A leitura na pandemia: ações possíveis de incentivo e prática para os pequenos leitores

O estado de pandemia, decretado em virtude do Coronavírus (COVID-19), trouxe para toda a sociedade uma nova vivência. Em todos os setores, novos serviços foram criados e/ou aperfeiçoados, e na Educação, por meio do ensino remoto emergencial, os conteúdos escolares continuam sendo trabalhados e compartilhados. Recorrendo à ludicidade e à tecnologia, novas ferramentas e estratégias foram adotadas para tornar as aulas dinâmicas e atraentes. Neste cenário, especialmente no campo da leitura, projetos alternativos estão sendo criados nas salas de aula on-line e pelas bibliotecas escolares para dar continuidade à rotina escolar. E a família, cuja participação se tornou mais necessária ainda, auxilia nas ações para que os danos causados pelas modificações no ano letivo sejam menos danosos. Quais são as ações relacionadas à leitura e como estão acontecendo? Como cultivar a leitura em estudantes em fase de alfabetização, durante a pandemia? Por meio de uma breve revisão na literatura, buscaram-se subsídios para a construção deste texto, que objetiva identificar ações nas escolas, nas famílias e nas bibliotecas escolares, e como tais instituições podem agir para que a formação de pequenos leitores nessa fase não sofra tantos danos e interrupções. Resultados encontrados apontam que, embora seja um momento peculiar, a leitura tem sido trabalhada com menos intensidade, o que ressalta a necessidade de ações paralelas para que ela não seja deixada em segundo plano comprometendo a formação de leitores e o desenvolvimento da leitura e da escrita nos anos iniciais.
  • 22 de Julho de 2021, 02:08

O projeto de biblioterapia e humanização “Nem todo herói usa capa, alguns leem livros”: um relato de experiência na Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas (FCECON)

O relato de experiência descreve as atividades realizadas no projeto de biblioterapia e humanização “Nem todo herói usa capa, alguns leem livros”, promovido e idealizado pela Biblioteca Prof.ª Amélia de Souza Leal, do Instituto Federal do Amazonas – Campus Manaus Zona Leste, em parceria com a Biblioteca da Fundação Centro de Controle de Oncologia do Estado do Amazonas, em 2019 e início de 2020. O projeto de extensão e de humanização, baseado na prática da biblioterapia, foi aplicado em uma instituição de saúde pública especializada no tratamento de pacientes com câncer (adultos e crianças). Nesse relato, abordam-se os desafios e as vivências das atividades do projeto. Com base nas ações efetuadas, pôde se observar que a prática da biblioterapia foi desenvolvida de forma multidisciplinar, com a atuação de voluntários e profissionais de diversas áreas, não somente da Biblioteconomia. Infere-se que, por meio das experiências e vivencias relatadas sob a ótica do profissional bibliotecário e do voluntário-discente, o projeto conseguiu alcançar os seus objetivos, realizando ações de biblioterapia de forma voluntária sob uma perspectiva de colaboração social e interinstitucional, bem como cumpriu seu papel humanizador em relação aos pacientes e acompanhantes no FCECON.
  • 22 de Julho de 2021, 01:44

Panorama da biblioteca escolar no Brasil: legislação e ações

A biblioteca escolar é um lugar importante pelo seu potencial pedagógico, educacional, cultural e social. Todavia necessita da atuação de agentes sociais para promover conscientização sobre seu valor, além de desamarrar o entendimento de que tal espaço reduz-se a um mero depósito de livros ou algo similar. Tem como objetivo apontar um mapeamento acerca da trajetória das bibliotecas escolares no Brasil. Pesquisa descritiva de caráter qualitativo, de investigação bibliográfica e documental, busca analisar os referenciais teóricos e demais fontes relacionadas ao tema. Apresenta um levantamento das principais legislações e ações direcionadas a garantia da existência e do funcionamento destes espaços no ambiente escolar brasileiro. Evidencia a necessidade de conscientização por parte do poder público, do sistema educacional e da sociedade em geral, quanto a importância e atuação das bibliotecas escolares no fomento a missão das escolas na formação indivíduos aptos ao exercício da cidadania.

  • 22 de Julho de 2021, 01:21

Bibliomosc: um serviço inovador em bibliotecas para potencializar as doações de sangue

Neste artigo é apresentado o protótipo de um serviço inovador para bibliotecas, baseado em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC), denominado BiblioMosc. O propósito do serviço é potencializar à doação de sangue ao mobilizar e, sensibilizar a comunidade de usuários da biblioteca no que se refere à necessidade dessa ação solidária. A metodologia utilizada possui uma abordagem qualitativa, do tipo exploratória, estudo de caso e bibliográfica. Os pilares do protótipo são: definição do modus operandi do serviço, produção do vídeo de divulgação, criação do QR Code, criação de um protótipo de site, bem como a criação das contas no Instagram e Facebook para o marketing do projeto. O Bibliomosc demonstrou que é possível implementar serviços inovadores com poucos recursos financeiros conforme realidade da biblioteca. Além de ser um projeto de caráter social que visa potencializar as doações de sangue nos hemocentros, corrobora para a divulgação da biblioteca idealizadora do projeto, resultando em um impacto positivo para a sociedade. 

  • 22 de Julho de 2021, 01:00

O perfil dos leitores do ensino médio da biblioteca escolar da Escola Estadual Brasília e as relações com o avanço da informação tecnológica, em Porto Velho-RO

O presente artigo refere-se ao resultado de estudo cujo objetivo foi identificar o perfil dos estudantes do ensino médio da Escola Estadual de Ensino Médio Integral Brasília, da rede pública de ensino da cidade de Porto Velho, estado de Rondônia. A Biblioteca Escolar deve ser um ambiente receptivo ao aluno, possibilitando opções que atinjam os diversos leitores, respeitando suas escolhas, culturas e faixa etária. A metodologia utilizada foi uma abordagem de caráter exploratório-descritivo, tendo como procedimento a revisão bibliográfica. A ferramenta para a coleta de dados foi um questionário semiestruturado aplicado aos estudantes do ensino médio. Como principais resultados, foi possível conhecer vários aspectos relacionados ao perfil dos usuários da Biblioteca, cujos dados aferidos poderão auxiliar a que a Biblioteca amplie sua utilização e posicionamento junto ao seu público, deixando de ser vista apenas como um espaço de uso obrigatório, e possa despertar o prazer em ler e pesquisar.
  • 22 de Julho de 2021, 00:01

O streaming e a virtualização dos serviços de informação: uma análise sobre a adaptação das bibliotecas frente à pandemia de Covid-19

O objetivo desse artigo foi observar como as bibliotecas brasileiras ofereceram seus serviços e produtos durante o atual período de pandemia do novo coronavírus (COVID-19) a partir do uso das plataformas de streaming e do processo de virtualização dos serviços de informação. A coleta realizada identificou onze (11) bibliotecas que desenvolveram atividades de disseminação dos seus serviços informacionais por meio do uso de plataformas de streaming: (07) Bibliotecas Universitárias, (02) Bibliotecas Públicas e (02) Bibliotecas Especializadas. Concluiu-se com o estudo que as bibliotecas brasileiras estão conseguindo adaptar o oferecimento de seus serviços informacionais durante o período da pandemia de COVID-19 a partir do uso das plataformas de streaming e do processo de virtualização na interação com os usuários.

  • 12 de Julho de 2021, 13:46

Práticas educativas e mediação bibliotecária na promoção da saúde mental no Instituto Federal de Educação de Rondônia: um relato de experiência

Este trabalho apresenta um relato de experiência realizada por bibliotecários, professores e psicólogos sobre atividades de promoção da saúde mental para alunos do Ensino Médio e dos cursos de graduação que utilizam a biblioteca multinível do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia de Rondônia (IFRO), Campus Porto Velho-Calama. A Organização Mundial da Saúde (OMS) destaca o índice de crescimento de suicídios e doenças psicológicas, principalmente entre adolescentes e jovens. Por essa razão, identificamos a necessidade de realizar ações conscientizadoras e educativas que contribuam para a efetivação de um currículo diferenciado do tradicional, com atividades educativas mais humanizadoras e que priorizam o bem estar mental. Os dados deste estudo foram obtidos por meio de fontes bibliográficas e documentais, com destaque para o projeto do evento, relatório final e fotografias. As atividades foram delimitadas em cinco categorias (cinema, leitura, palestras, mural interativo e escrita), com ações direcionadas para a saúde mental a partir do Setembro Amarelo, mês instituído no Brasil para discutir e divulgar a prevenção do suicídio e doenças mentais. Como resultados positivos, foram esclarecidas dúvidas com os psicólogos e orientadas obras de autoajuda e psicologia na biblioteca do campus. Perante os relatos, compreendemos que os professores, alunos, auxiliares de biblioteca e bibliotecários mudaram suas percepções quanto aos cuidados com a saúde mental e se tornaram agentes conscientes da prevenção. Destacamos, ainda, que servidores e alunos procuraram ajuda com psicólogos da instituição e psiquiatras, incentivados pelas atividades promovidas na biblioteca.
  • 12 de Julho de 2021, 13:46

La bibliometría brasileña: minería de textos

Tomando uma amostra de 48 documentos publicados sobre a Bibliometria Brasileira, de 1973 a 2020, são analisadas as características textuais dessa literatura publicada. Foram utilizadas técnicas de mineração de textos, com foco principalmente na identificação da frequência de uso dos termos com o pacote tm de R. O algoritmo Latent Dirichlet Allocation (LDA) agrupou os documentos da amostra em 5 tópicos diferentes com a identificação das palavras mais recorrentes em cada assunto agrupado. Essas questões são mostradas com a construção de um dendrograma relevante e adequado para os documentos. A análise de clusteres com o algoritmo correspondente ao método de Ward identificou três clusteres homogêneos. Finalmente, foi construída uma rede de relações das palavras ou tokens dos 48 documentos analisados neste trabalho.

  • 12 de Julho de 2021, 13:46

A mediação da leitura nas práticas extensionistas: o relato da experiência do Projeto Lapidar

A extensão universitária pode viabilizar o contato entre a universidade e a comunidade, fundamentada no exercício do ensino-aprendizagem, e fortalecer ações de mediação da leitura realizadas em ambientes que promovem a socialização, como as bibliotecas comunitárias, consideradas como um espaço de preservação da memória social. O objetivo desta pesquisa é mapear e analisar as ações voltadas à formação do mediador e de mediação da leitura realizadas pelo projeto de extensão Lapidar, da Universidade Federal da Bahia, no ambiente acadêmico e na Rede de Biblioteca Comunitária de Salvador/BA. Quanto à metodologia adotada, trata-se de um estudo de caso de caráter descritivo. Para a coleta de dados, adotou-se a técnica de observação direta sistemática, utilizando o formulário como instrumento de registro dos fatos observados. Entre os resultados obtidos, destaca-se a existência de redes de colaboração entre a universidade e a comunidade, que têm se fortalecido por meio das ações de mediação da leitura do Lapidar. Conclui-se que o Lapidar tem contribuído para formar os futuros mediadores da área da informação, honrando o compromisso da extensão universitária de formar profissionais capacitados e habilitados, ao colocá-los em cooperação direta com a comunidade externa e fazendo com que o conhecimento esteja a serviço do desenvolvimento social. Pode-se concluir, também, que as ações realizadas pela Biblioteca Comunitária foram fortalecidas por meio das ações extensionistas
  • 12 de Julho de 2021, 13:46

Biblioterapia pediátrica: análise quali-quantitativa da produção em artigos, teses e dissertações brasileiras (1975-2019)

A Biblioterapia é uma ferramenta utilizada como auxílio no tratamento das pessoas com dificuldades sociais, emocionais e até físicas. Pode ser aplicada em distintos ambientes como escolas, organizações sociais e hospitais. Esta investigação buscou verificar, através da revisão da literatura, como o bibliotecário em conjunto com os profissionais da saúde podem contribuir para melhorar a qualidade de vida de crianças hospitalizadas na pediatria, através da Biblioterapia. Caracteriza-se como estudo quali-quantitativo, apresentando uma pesquisa bibliográfica com base em artigos da área de Ciência da Informação, teses e dissertações sobre a temática, publicados no período de 1975 a 2019. Utiliza a análise de conteúdo proposta por Moraes, como procedimento de análise. Como resultados, a pesquisa identificou diferentes procedimentos adotados para realização da Biblioterapia, bem como, as atribuições do bibliotecário. Também foram apontadas formas de avaliação do processo e etapas necessárias para que a Biblioterapia seja bem-sucedida. Verificou-se que o bibliotecário pode ter papel fundamental nos processos biblioterápicos em pediatria, auxiliando os pacientes a melhorar sua autoestima e enfrentar suas dificuldades. Além disso, conclui-se que a Biblioterapia é um processo complexo e, para o uso de tal ferramenta, é preciso que os profissionais tenham conhecimento prévio sobre as etapas, seu papel, suas limitações e possibilidades, para que possam auxiliar a melhorar a qualidade de vida dos pacientes internados no hospital.

  • 12 de Julho de 2021, 13:46

O incentivo à leitura através dos suportes digitais

Este artigo apresenta os resultados do trabalho de conclusão de curso de graduação em biblioteconomia que tratou sobre o incentivo à leitura nos suportes eletrônicos. Objetivo: identificar na produção científica brasileira de 2010 a 2017, as estratégias de incentivo à leitura em suportes digitais. Metodologia: realizou-se um estudo do tipo estado do conhecimento nas bases de dados da SCIELO, periódico CAPES e IBICT. Conclusões: Os resultados apontaram a existência de poucas produções voltadas à temática, o que demostra a necessidade de novas produções acerca do assunto, pois é de extrema importância que em pleno século XXI as ferramentas digitais façam parte do ensino-aprendizagem dos estudantes.
  • 12 de Julho de 2021, 13:46

Extensão universitária como prática de mediação: o projeto Nas Entrelinhas da Arte na interação entre a Universidade Federal do Cariri e a Escola de Ensino Médio José Bezerra de Menezes em Juazeiro do Norte

O estudo tem como objetivo investigar as práticas de Extensão Universitária como fenômeno de mediação no âmbito do projeto “Nas entrelinhas da arte”, visando perceber a integração entre a Universidade Federal do Cariri - Campus Juazeiro do Norte e a Escola de Ensino Médio José Bezerra de Menezes. Assim, como os impactos promovidos nas comunidades envolvidas. Metodologicamente, a pesquisa engloba três fases em seu processo de condução: 1) quantos aos fins (exploratória e descritiva), meios (bibliográfica, documental e estudo de caso) e a abordagem (qualitativa); 2)  tem-se o recorte espacial (ações extensionistas do projeto citado), atores sociais (discentes das turmas de Ensino Médio: 1ª Série ‘G’ e 3ª Série ‘D’) e o plano amostral (amostragem intencional); 3) engloba o instrumento de coleta de dados (questionário), assim como o procedimento de análise e interpretação dos dados (análise de conteúdo). Através da análise e interpretação dos dados compreendeu-se que os serviços e produtos de informação desenvolvidos no projeto propiciaram a construção de conhecimento e formação de competências e habilidades, nos alunos da 1ª Série ‘G’ e 3ª Série ‘D’. Conclui-se que as práticas de Extensão Universitária do projeto “Nas entrelinhas da arte” desempenhadas como fenômeno de mediação, ou seja, constituídas dos atributos e práticas mediacionais. Com isso, mediante a dialogicidade e interação, podem ser agregadas de múltiplas formas via integração da UFCA e atuando em sinergia com a Escola de Ensino Médio José Bezerra de Menezes, para impactar as comunidades envolvidas.

  • 12 de Julho de 2021, 13:46
❌