Noticias em eLiteracias

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemRevista ACB

Linguística e Enfermagem: uma análise do discurso da instituição hospitalar acerca da ocorrência de queda de pacientes hospitalizados

Um ato de linguagem é conduzido pelas circunstâncias sociais do discurso e se sustenta da relação entre o implícito e o explícito da linguagem. Muitas vezes por não se perceber esta relação a comunicação não ocorre de forma satisfatória entre os sujeitos. Tomando como base está problemática, este trabalho teve como proposta analisar a linguagem discursiva utilizada em fôlderes que dão orientações para prevenção de quedas de pacientes em ambientes hospitalares. O material que se constituiu como corpus deste estudo é composto de três fôlderes, coletados na rede on-line de computadores, pertencentes a três institutos de saúde distintos, a saber: Hospital Universitário Walter Cantídio, vinculado à Universidade Federal do Ceará, Hospital Universitário Lauro Wanderley, ligado à Universidade Federal da Paraíba e Hospital Escola da Universidade Federal de Pelotas. A seleção do material se deu de forma aleatória, atendendo a um critério básico de configurar-se como objeto de estudo que permeasse a interdisciplinaridade entre as áreas da Ciência da Informação, Enfermagem e a Análise do Discurso, subárea da Linguística. Caracteriza-se como uma pesquisa de abordagem qualitativa, já que o método de análise adotado foi o da descrição do contrato comunicacional do gênero fôlder, seguindo às categorias analíticas desse pressuposto teórico da Semiolinguística, instituída pelo linguista francês Patrick Charaudeau (1995). Como resultado, o estudo demonstrou que as condições de produção, organização e posicionamentos discursivos apresentados nos três fôlderes examinados, dos três hospitais selecionados, seguem as mesmas orientações do Protocolo Integrante do Programa Nacional de Segurança do Paciente, quais sejam: resguardam a avaliação de risco do paciente, buscam garantir o cuidado multiprofissional, apresentam um ambiente seguro em contrapartida a ambientes ou situações inseguras, exercem a função social de atuação, no campo da educação ao paciente, a familiares e ou acompanhantes e compromisso dos próprios profissionais da saúde. Por fim, os resultados demonstraram a descrição de um contrato comunicacional que se configura por uma finalidade que informa   o que é uma queda hospitalar, quais fatores podem ocasioná-la, mas, ao mesmo tempo, prescreve o que se deve, ou não, fazer para se evitar a queda; que tenciona convencer a recepção de tal ação e que, por fim, procura provocar, na recepção, um estado emocional agradável de que ela está amparada pelos hospitais que a acolhe e a instrui.

  • 11 de Setembro de 2022, 10:36

Mediação da leitura e acolhimento na biblioteca escolar: perspectivas teóricas de uma educação pós-pandemia da Covid-19

Os últimos dois anos foram marcados pela pandemia global de um tipo de vírus com cepa originalmente identificada na China. Durante esse período, a sua rápida disseminação em todo o planeta ocasionou mudanças de grandes impactos na humanidade. Dentre os efeitos nocivos dessa pandemia constam abalos econômicos, psicológicos e, até mesmo, o aumento de registros na violência doméstica. São aflições sociais que alcançaram, direta e indiretamente, o contexto escolar. Diante desse panorama, a educação precisou ser realizada de forma remota em todas as modalidades de ensino. No entanto, o retorno presencial das atividades escolares outorgou ainda mais responsabilidades aos processos pedagógicos institucionalizados pelas escolas. Pois, além das atribuições políticas e socialmente determinadas aos equipamentos escolares estas unidades de ensino passaram a lidar com os agravantes transtornos decorrentes da pandemia na sua comunidade escolar. De todo o modo, apesar das aflições notabilizadas, julga-se que essa realidade se mostra como momento adequado para reflexões significativas em direção às mudanças de padrões obsoletos para alçar uma perspectiva de educação pós-pandemia de maior efetividade e articulação social. Assim, o presente artigo tem como objetivo oferecer atributos teóricos para contribuir em reflexões que possam alinhavar subsídios fundamentais às transformações da educação pós-pandemia. Nesse processo de reformulações oportunas a mediação da leitura se apresenta como recurso estratégico de um aparato didático e pedagógico visando integrar a ambiência escolar. Para tanto, a biblioteca escolar assume competências de promover a interdisciplinaridade pedagógica pelo exercício de um protagonismo social engajado aos benefícios do ensino e da aprendizagem. Nessa implementação estratégica da mediação da leitura, sob a coordenação didática e pedagógica da biblioteca escolar, o acolhimento é estabelecido como conjunto de princípios estruturantes para um processo de socialização que garante ênfase no respeito às diferenças subjetivas. No âmbito metodológico delineado a este estudo elegeu-se a revisão de literatura como procedimento da pesquisa bibliográfica, considerando a organização de categorias para sistematização estrutural da análise. Como o alcance desta pesquisa tem escopo de reflexões teóricas, os resultados oferecidos representam elucubrações sobre as possibilidades educacionais de uma realidade pós-pandemia, partindo do respeito às diversidades humanas e suas características subjetivas para o desenvolvimento da mediação da leitura visando encorajar ações interdisciplinares. Destaca-se ainda a necessidade de outros estudos teóricos e acréscimos de pesquisas exploratórias sobre o tema. Pois, tais esforços colaboram para orientar uma ideia mais consistente de acolhimento integrado às estruturas sociais da ambiência escolar.
  • 11 de Setembro de 2022, 10:36

Bibliotecas universitárias e a oferta de informação sobre a Pandemia de Covid-19 nas redes sociais

Este estudo tem como objetivo analisar a atuação das bibliotecas universitárias no processo de conscientização a respeito da Pandemia de Covid-19, por meio das suas redes sociais e plataformas digitais. Trata-se de uma pesquisa exploratória de abordagem quali-quantitativa. Foram selecionadas cinco bibliotecas, uma de cada região do país, levando em consideração o Ranking Universitário Folha. Identificou-se que grande parte das postagens se referia à adequação das atividades da biblioteca e dos serviços oferecidos, aos informativos relacionados aos meios de contágio e sintomas da Covid-19, aos protocolos de distanciamento social e à divulgação de artigos científicos relativos ao tema.
  • 11 de Setembro de 2022, 10:36

A importância do estudo de usuários para o planejamento de marketing em ambientes informacionais

Este trabalho tem como objetivo verificar relatos de experiências publicados sobre marketing na Biblioteconomia e Ciência da Informação que utilizaram estudos de usuários no planejamento de ações em ambientes de informação. Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, exploratória e descritiva que usou as bases BRAPCI e BENANCIB para mapear as publicações sobre marketing na Biblioteconomia e Ciência da Informação no período de 1972 a 2021.Como resultado, foram recuperados trabalhos que abordam marketing em diferentes aspectos e contextos, porém os autores não informaram se houve a aplicação de algum estudo de usuário para nortear a construção das estratégias de marketing ou mesmo elaboração de plano e marketing. Diante disso, no universo de 150 trabalhos recuperados inicialmente nas duas bases de dados, só ficaram treze para análise que se configuraram como relatos de experiencias, sendo sete desenvolvidos em bibliotecas, dois em arquivos e quatro em ambientes informacionais diversificados. O primeiro trabalho é de 1996, ou seja, antes disso, no Brasil não houve registro de uso de aplicação do estudo de usuário no planejamento de marketing em ambientes informacionais. Grande parte dos trabalhos recuperados foi feito em bibliotecas, ou seja, em espaços tradicionais de atuação dos bibliotecários. Conclui-se que existe uma escassez de relatos de experiencias que relatem o uso dos estudos de usuários para a elaboração de planos de marketing pelos profissionais da informação e que esses instrumentos sejam efetivamente usados nas bibliotecas e demais unidades de informação como importante estratégia para favorecer a gestão eficiente a partir do planejamento, na avaliação e controle dos processos realizados.

  • 11 de Setembro de 2022, 10:36

Capoeira: balanço bibliográfico de produções acadêmicas (2008-2021)

O objetivo deste artigo é realizar um balanço bibliográfico sobre capoeira entre os anos de 2008 e 2021 e discutir os temas encontrados a partir dos termos Capoeira e Cultura Afro-brasileira. Foram utilizados quatro bancos de dados: Revista Afro-Ásia, Biblioteca Digital Brasileira de Teses e Dissertações (BDTD), Revista Capoeira – Humanidades e Letras e a Revista Brasileira de Informação Bibliográfica em Ciências Sociais (BIB), realizando análises qualitativa e quantitativa, a partir de critérios bibliográficos de inclusão e exclusão previamente definidos. Os resultados demonstraram concentração de pesquisas em torno de sete eixos de estudos de Naturezas: Cultural; Educacional; Filosófica; Patrimônio Cultural; Histórica; Gênero e Revisão Bibliográfica. Os achados de pesquisa também indicam que a maior quantidade de trabalhos acadêmicos sobre a capoeira como objeto de estudo está voltada para a temática cultural.

 

  • 11 de Setembro de 2022, 10:36

O uso de mídias sociais por bibliotecas e suas aplicações: relato de experiência da biblioteca Leopoldo Nachbin da Universidade Federal do Rio de Janeiro

Resumo: Relata a aplicabilidade das mídias sociais utilizadas pela Biblioteca Leopoldo Nachbin da Universidade Federal do Rio de Janeiro. Trata-se de uma pesquisa descritiva com abordagem qualitativa. Para a coleta dos dados foram realizadas uma pesquisa bibliográfica e a elaboração de um questionário para obter as informações acerca do uso das mídias sociais relativas a biblioteca. Verificou-se que o Facebook, o Instagram e o Twitter são as mídias sociais utilizadas pela Biblioteca Leopoldo Nachbin. Conclui que é relevante que as bibliotecas façam uso de mídias sociais para o compartilhamento de informações científicas bem como para o aumento de sua visibilidade perante os usuários.

 

Palavras-chave: Redes sociais. Tecnologias da informação e comunicação. Bibliotecas universitárias.

 

  • 24 de Junho de 2022, 18:53

Plataformas de metadados editoriais: gestão de dados no mercado de livros e atuação do bibliotecário

O artigo aborda as plataformas de metadados editoriais, ambientes virtuais que atuam com intuito de centralizar os metadados editoriais em uma interface única, proporcionando a melhora da visibilidade dos produtos do mercado editorial e aumento das vendas. Esse tema ainda é recente na literatura e há menos de dez anos as plataformas estão presentes no cenário do comércio de livros brasileiro. O objetivo do trabalho é apresentar as principais características de duas plataformas de gestão de metadados editoriais que atuam no Brasil (Metabooks e MercadoEditorial.org) e trazer os primeiros apontamentos para esse serviço e sua relevância para o mercado livreiro, as bibliotecas, os autores e os bibliotecários. Possui como objetivo específico realizar apontamentos sobre a atuação do bibliotecário nas plataformas de metadados. Para o desenvolvimento do artigo foram realizadas pesquisas documentais e literárias e aplicada uma entrevista por e-mail a uma bibliotecária que atua em uma plataforma de metadados editoriais. Conclui-se que as plataformas contribuem com o mercado editorial, proporcionando um novo diálogo, no qual editoras e livrarias possuem os metadados de seus títulos qualificados, padronizados e inseridos em uma única interface, e que as plataformas são ambientes de atuação do bibliotecário.
  • 23 de Junho de 2022, 17:50

Experiências no Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha: relato de estágio reflexivo, múltiplas vivências arquivísticas

Trata-se de um relatório de estágio supervisionado do curso de graduação em Arquivologia da Universidade Federal do Espírito Santo (Ufes), cujas atividades foram desenvolvidas no âmbito do acervo do Instituto Histórico e Geográfico de Vila Velha – Casa da Memória (IHGVV), localizado no Município de Vila Velha/ES. Este trabalho tem como objetivo geral descrever as práticas, atividades e experiências alcançadas no decorrer do estágio supervisionado no decorrer do segundo semestre da Ufes 2021/2022, totalizando 108h/aula. Os objetivos específicos consistem em: i) realizar um diagnóstico do acervo documental da instituição; ii) apresentar as atividades desenvolvidas no referido estágio; e iii) propor soluções para os problemas identificados. Aborda-se a importância dos estágios para obtenção de experiência e aplicação das teorias e técnicas apresentadas em sala de aula, grupos de pesquisa, extensão universitária e laboratórios do departamento de arquivologia. Verifica-se nesse período de quatro meses que o acervo do IHGVV necessita da parceria de profissionais capacitados, e formados na área de arquivologia, para dar continuidade ao trabalho iniciado nesse estágio. Destarte, o aprendizado adquirido com a experiência de estágio, ressalta a importância desta atividade para desenvolver as habilidades dos discentes, ligando teoria à prática.

  • 23 de Junho de 2022, 16:00

Indicadores para avaliação de bibliotecas universitárias

O objetivo do trabalho é de propor um conjunto de indicadores para avaliação das bibliotecas universitárias por meio da percepção de especialistas. Os dados foram obtidos por meio da aplicação de questionário eletrônico e foram analisados por meio de uma abordagem quali-quantitativa. Os resultados apresentaram indicadores importantes para o monitoramento das bibliotecas universitárias e que não têm sido utilizados nas avaliações governamentais. Os especialistas indicaram medidas que abrangem as várias dimensões que integram uma biblioteca universitária, destacando oito indicadores que abordam a qualidade da prestação de serviços, avaliam o ambiente físico e, por fim, envolvem ferramentas de controle da informação.
  • 22 de Junho de 2022, 16:59

Uma análise dos instrumentos e normas arquivísticas dos Institutos Federais de Ensino Superior (IFES) no Brasil

O presente estudo propõe-se a mostrar por meio da análise dos instrumentos e normas arquivísticas (manuais de procedimentos) dos Institutos Federais de Ensino Superior no Brasil, quais elementos presentes nos instrumentos arquivísticos nos Institutos promovem a gestão documental nos parâmetros do Conselho Nacional de Arquivos, e como esses instrumentos podem auxiliar na execução das demandas enfrentadas nesses locais no que tange aos seus arquivos. Conclui-se que existe uma vontade em aplicar os conceitos e as teorias presentes no campo da arquivologia, porém, muitas vezes a escassez de recursos, de naturezas diversas, não permite a realização dessas boas práticas. 
  • 22 de Junho de 2022, 16:35

Conhecimento das margens: da injustiça epistêmica à valorização do conhecimento negro em Biblioteconomia e Ciência da Informação

Este artigo parte da seguinte pergunta: Como o epistemicídio do conhecimento negro é operado na esfera epistêmica e educacional bibliotecária? O objetivo é abordar a construção do epistemicídio do conhecimento negro em Biblioteconomia e Ciência da Informação (BCI), especialmente, na esfera epistêmica e ensino bibliotecário. Parte dessa abordagem para evidenciar estratégias que promovam a diversidade epistêmica nas esferas citadas. Trata-se de um estudo teórico, de cunho bibliográfico e documental, construído de recursos informacionais presentes na literatura científica do campo biblioteconômico-informacional e outras áreas do conhecimento. A fundamentação teórica está estruturada articulando conceitos como epistemicídio, injustiças epistêmicas e conhecimento em BCI. Por fim, o estudo apresenta quatro estratégias de promoção da diversidade epistêmica no campo biblioteconômico-informacional.
  • 22 de Junho de 2022, 16:23

Aliando o Kaizen à Gestão do Conhecimento: aplicação do KMCanvas no setor de mineração

Este estudo buscou avaliar os resultados da aplicação do KMCanvas aliado à ferramenta de melhoria contínua Kaizen em um projeto de gestão do conhecimento no setor da mineração. A pesquisa foi realizada sob a metodologia qualitativa, exploratória e bibliográfica. Na pesquisa em campo realizou-se um workshop para apresentação do KMCanvas e, após orientação, solicitou-se aos funcionários selecionados de duas empresas do setor de mineração que implementassem o modelo aliado ao Kaizen em um projeto da gestão do conhecimento nas organizações. Em seguida foi realizada entrevistas semiestruturadas para identificar quais eram as informações para o desenvolvimento satisfatório das atividades do Kaizen com o KMCanvas. Como resultado, a presente pesquisa comprovou que o KMCanvas é aplicável à realidade das organizações, uma vez que apresenta práticas de disseminação do conhecimento de forma simples e se mostra como uma escolha inovadora para o alcance de vantagens competitivas.
  • 21 de Junho de 2022, 22:07

O código de ética dos bibliotecários brasileiros e as lições socráticas

Aborda o bibliotecário enquanto sujeito que precisa de princípios éticos na sua prática, para crescer como ser humano e profissional, melhorar a qualidade do seu trabalho e aprimorar o relacionamento interpessoal. Considera as relações entre o Novo Código de Ética e Deontologia do Bibliotecário (2018), que apresenta normas que orientam a conduta profissional, e as Lições Socráticas, enquanto princípios importantes para a vida pessoal e instrumentos de promoção de bem-estar social. Apresenta como fundamentação teórica as ideias de Platão (2003) sobre o conhecimento; a visão de Targino (2010) sobre Ranganathan; as abordagens de Stumpf (2019) e Rasche (2005) sobre o Código de Ética dos Bibliotecários; as virtudes de Comte-Sponville (1999); e as virtudes dos bibliotecários segundo Freire, Silva e Nascimento (2015). Compartilha pesquisa bibliográfica realizada a partir de descritores temáticos de busca e abordagem qualitativa, preocupando-se com o sentido e intencionalidade dos textos. Como resultado, conclui que há correlação entre as abordagens dos autores mencionados, o novo Código de Ética e Deontologia da Biblioteconomia (2018) e as Lições Socráticas de Ismael (2004).

  • 14 de Junho de 2022, 21:40

Classificação da literatura erótica nos catálogos de bibliotecas das IFEs no Ceará

Apresenta discussões a partir do método dialético e partindo para a pesquisa de natureza exploratória com levantamento de questões pertinentes sobre a literatura erótica nos catálogos online das bibliotecas das quatro instituições federais de ensino superior no Ceará: Universidade Federal do Ceará, da Universidade Federal do Cariri, do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará e da Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira. Objetiva identificar as notações científicas de obras escolhidas e buscadas no acervo disponível sobre a temática, bem como relacionar de que forma essas obras são recuperadas nos catálogos. Os resultados apontam um número considerável de divergências na classificação utilizada no acervo dessas instituições, com todas utilizando a CDD (Classificação Decimal de Dewey). Os cruzamentos de dados dos termos utilizados na pesquisa obtidos no levantamento bibliográfico/documental com análise de conteúdo suscitam algumas questões, por exemplo, sobre a ampla falta de uso de termos para a pesquisa e acesso direto as obras, como literatura erótica e erotismo.

  • 18 de Maio de 2022, 03:18

A prática da Competência em Informação a partir da vivência do usuário na biblioteca escolar: uma discussão sobre o mercado de trabalho

Resumo: Este estudo tem como objetivo analisar, a partir da narrativa do usuário da biblioteca escolar, o processo e prática da competência em informação, na perspectiva do mercado de trabalho. Objetivo: O objetivo desta pesquisa concentra na análise das narrativas dos usuários da biblioteca do Campus Paracambi do Instituto Federal do Rio de Janeiro (IFRJ). Metodologia: A produção dos dados se efetivou, no ambiente da biblioteca, através de entrevista com os usuários da biblioteca. Conclusões: Concluímos que os usuários consideram relevante o desenvolvimento da competência em informação para o processo da sua autonomia no uso e análise da informação.

  • 18 de Maio de 2022, 02:38

Pensando historicamente a descrição arquivística: mediando um universo de informações e mundos de usuários

O processo de descrição arquivístisca é uma atividade central no que concerne o ofício do arquivista contemporâneo. Porém, essa prática sofreu transformações ao longo do tempo, sempre acompanhando as mudanças e demandas da sociedade e as formas de produção e acesso à informação. Tendo em mente essa constante metamorfose e a historicidade desse desenvolvimento, o presente texto apresenta uma revisão bibliográfica com o objetivo de observar o processo de descrição arquivística a partir de uma perspectiva histórica. O recorte temporal observado situa-se entre o fim do século XIX e a contemporaneidade, o século XXI.
  • 18 de Maio de 2022, 02:26

Intercursos entre Biblioterapia, Letramento Literário e a Teoria da Estética da Recepção: pistas de um enlace para uma formação leitora diferenciada na escola

O estudo se ocupa em expor uma experiência de leitura na escola sob as trilhas da biblioterapia. Nesse sentido, tem-se como objetivo apresentar a biblioterapia como um novo modo de ler na escola, entrecruzando para isso, a noção de letramento literário, amparado na trilha dos conceitos de horizonte de expectativas e efeito estético pertencentes a teoria da estética da recepção. Contudo, guia-se pela pesquisa bibliográfica, refletindo numa perspectiva analítica/interpretativa produções textuais elaboradas por escolares, a partir de vivências biblioterapêuticas no chão da sala de aula na prática pedagógica do proponente desta escrita. Para análise destes, tem-se como diretriz Bardin (2006), a partir da terceira fase da técnica de análise de conteúdo - inferência e interpretação. Ao fim, sai-se na defesa da biblioterapia como uma prática pertencente ao ambiente escolar e em conexão direta ao leitor que esta instituição se propõe a formar. Ressaltando ainda, o favorecimento com ela, da potencialização da capacidade dos educandos ao pensar, ao pensar afetivo, criativo, além dos ganhos curriculares e aspectos linguísticos.
  • 18 de Maio de 2022, 02:12

Preservação documental das partituras manuscritas de frevo da Banda Capitão Zuzinha de Pernambuco

Este artigo tem por objetivo apresentar os resultados do projeto de salvaguarda das partituras manuscritas de frevo do século XX e XXI da Banda Capitão Zuzinha de Pernambuco. O trabalho encontra sua justificativa na possibilidade de preservar as informações e os documentos, capacitar recursos humanos e disseminar a memória patrimonial, tanto no âmbito da Universidade Federal de Pernambuco, quanto de instituições nacionais e internacionais. Foram realizadas ações de inventário, higienização, pequenos restauros e acondicionamento das partituras. Os documentos foram cedidos pela Polícia Militar de Pernambuco para serem custodiadas pelo Memorial Denis Bernardes na Biblioteca Central da Universidade Federal de Pernambuco. Foram estabilizadas para pesquisa do público 8.913 documentos organizados em 612 arranjos musicais. O projeto aconteceu, no MDB, entre 10 de abril de 2018 e 30 de outubro de 2018, sob a coordenação do então Grupo de CoPesquisa Imago e Humanidades Digitais, em parceria com a extinta empresa 3Ecologias Inovação e Pesquisa LTDA, o Cultural Emergency Response do Prince Claus Fund e a o Memorial Denis Bernardes e a Whiting Foundation. A conclusão do projeto evidencia que uma articulação em rede e colaborativa interinstitucional é uma solução positiva e exequível diante dos desafios impostos pelas ações de memorícído recorrentes no território brasileiro.

  • 28 de Abril de 2022, 23:32

Histórias em quadrinhos como ferramenta de incentivo à leitura: Um estudo de caso sobre a gibiteca da Biblioteca Pública Arthur Vianna em Belém do Pará

Estudo sobre as histórias em quadrinhos como suporte informacional de incentivo à leitura no Brasil, tendo por objetivo geral demonstrar a importância das histórias em quadrinhos como ferramenta de incentivo à leitura no contexto das gibitecas, e como objetivos específicos: a) analisar adaptações literárias às HQs que propiciam o despertar do pensamento crítico, aproximando o leitor com a obra original; b) discutir sobre o papel das gibitecas como atividade à promoção do incentivo à leitura; c) avaliar de que forma a gibiteca da Biblioteca Pública Arthur Vianna no ano de 2019, contribuiu no incentivo à leitura. Utilizando como metodologia a pesquisa bibliográfica, explicativa, descritiva, além de ser um estudo de caso, a análise de dados ocorreu por meio de coleta documental, em relatórios mensais de públicos e atividades desenvolvidas na gibiteca, histórico etc., seguindo as etapas: de pré-analise, exploração do material e o tratamento dos dados. Constatou-se que as histórias em quadrinhos tem importante papel no que diz respeito ao incentivo à leitura no Brasil, considerando que na gibiteca da Biblioteca Pública Arthur Vianna em Belém do Pará tem sido amplamente importante nesse contexto, pois desenvolve atividades que corroboram com essa ideia, e faz isso por meio de realização de eventos, recebendo visitas de instituições e individuais, e disponibilizando estrutura e acervo acessíveis que possibilitaram conforto e comodidade aos seus usuários. Concluiu-se, portanto nessa pesquisa que as histórias em quadrinhos no contexto das gibitecas, quando bem gerenciadas em suas atividades, podem ser usadas como uma ferramenta adicional no universo do incentivo à leitura nesse País.

 

  • 28 de Abril de 2022, 23:32

Editorial

Informações sobre as publicações deste do ano de 2022.
  • 28 de Abril de 2022, 23:32

“Biblioteca de portas abertas”: relato de experiência do projeto de extensão da Biblioteca Central da UDESC

Este relato de experiência tem por objetivo descrever o projeto de extensão “Biblioteca de Portas Abertas” desenvolvido pela Biblioteca Central da UDESC entre 2020 e 2021. Surge do questionamento: as bibliotecas universitárias brasileiras desenvolvem ou participam de projetos de extensão? Tem como justificativa: a) materializar o trabalho desenvolvido pela Biblioteca Central por meio do registro e divulgação do projeto de extensão. b) disseminar a experiência do projeto de extensão ofertado por uma biblioteca universitária c) estimular que outras bibliotecas universitárias desenvolvam projetos de extensão a partir das ações desenvolvidas. Para fundamentá-lo realizou-se um levantamento bibliográfico na base de dados BRAPCI no qual pesquisou-se por título e assunto com os termos ((“biblioteca universitária”) AND (“extensão universitária” OR “projeto de extensão” OR “ação cultural”)). No decorrer do projeto foram desenvolvidas as seguintes atividades/ações: Clube de Leitura, Falando Sobre, Encontros de Biblioterapia, Rodas de conversa, Música na Biblioteca, oficina: Virtual Colagem & Literatura e curso Organização & Curadoria de Clubes de Livro. O projeto de extensão contribuiu para tornar a biblioteca em um espaço de cultura, ampliando a interação e diálogo com comunidade interna e externa, reduzindo o distanciamento físico e barreiras geográficas.

  • 28 de Abril de 2022, 23:32

Expediente - v. 26, n. 4, set./dez., 2021

Relação dos Editores e Avaliadores deste volume e número.
  • 26 de Março de 2022, 03:17

Completude, consistência e correção em bases de dados digitais sobre mortos e desaparecidos políticos na ditadura civil-militar brasileira

O artigo compara quatro bases de dados sobre mortos e desaparecidos na ditadura civil-militar brasileira: a da Comissão Especial sobre Mortos e Desaparecidos Políticos, a do site Desaparecidos Políticos, a do portal Memórias da Ditadura e a do relatório da Comissão Nacional da Verdade. Estas são avaliadas de acordo com a completude, a consistência e a correção das informações, a partir de métodos de análise de bases heterogêneas. Os resultados da comparação indicam variações na qualidade das bases analisadas, tanto se vistas umas em relação às outras quanto se avaliadas as propriedades internas das bases. A comparação envolveu a transferência dos dados nessas bases para o Wikidata, o que fez com que as informações heterogêneas, após curadoria computacional, formassem uma base semântica, mais completa, consistente e precisa.

  • 23 de Fevereiro de 2022, 23:00
❌