Noticias em eLiteracias

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemDireção-Geral da Educação

Ação de Formação Competências digitais no ensino das línguas – julho 2022

Por goliveira
30 Jun.

Ação de Formação Competências digitais no ensino das línguas – julho 2022

A Direção-Geral da Educação (DGE) vem informar que a Associação Portuguesa dos Professores de Francês (APPF) vai realizar, no próximo mês de julho, a 3.ª edição da ação de formação Competências digitais no ensino das línguas (“Compétences numériques en classe de langue”). Esta ação, com a duração de 12 horas, foi acreditada pelo Conselho Científico e Pedagógico da Formação Contínua e destina-se aos professores dos grupos de recrutamento 200, 210, 220, 300, 320, 330 e 350.  

A ação de formação vai realizar-se online, através da plataforma Zoom, nos dias 6 e 7 de julho, e nos dias 11, 12 e 13 de julho, em horário pós-laboral, das 18h00 às 20h30. A língua de trabalho será o francês, mas as interações com as formadoras também poderão ser em português.

Com esta formação, pretende-se apresentar vários recursos digitais (La Digitale, La Quizinière, Quizizz e Genial.ly) e atividades a desenvolver em sala de aula (questionários, sondagens, nuvens de palavras, mapas mentais, jogos, etc.), bem como refletir sobre a articulação entre o digital e os vários aspetos do ensino e aprendizagem das línguas estrangeiras, tais como planificação, aprendizagem colaborativa e avaliação.

A DGE reconhece a importância da temática desta formação para os professores dos grupos identificados, associando-se à APPF na divulgação desta iniciativa.

Para informação complementar e inscrições, poderão consultar o link Competências digitais no ensino das línguas.

Peso: 
0
  • 30 de Junho de 2022, 10:42

Democracia, Para Que Te Quero? Os altos e os baixos da Democracia em Portugal

Por goliveira
30 Jun.

Democracia, Para Que Te Quero? Os altos e os baixos da Democracia em Portugal

A Direção-Geral da Educação, em parceria com a TSF – Rádio Notícias, tem-se deslocado a algumas escolas para saber o que pensam os estudantes quando se fala em Democracia. 

“A consolidação da democracia é sempre mais difícil do que a própria transição e a democracia nunca está segura." A frase é da professora Mónica Dias, responsável do doutoramento em Estudos Políticos da Universidade Católica de Lisboa e serviu como mote para iniciar o terceiro debate com os alunos da Escola Secundária de Sobreira, em Paredes.

"Democracia, para que te quero?" É um conjunto de oito programas com moderação de Ricardo Alexandre e com a participação de Mónica Dias. 

Ouça o terceiro debate de Democracia, Para Que Te Quero?, sobre os altos e baixo da Democracia em Portugal, que contou com a participação dos alunos do Curso Profissional Técnico de Multimédia, do Agrupamento de Escolas Fontes Pereira de Melo, que fizeram a cobertura mediática do debate, sob a orientação da professora Ana Barroso. 

Peso: 
0
  • 30 de Junho de 2022, 08:48

Exposição “Porta-Vozes do Oceano”, em Lisboa

Por goliveira
29 Jun.

Exposição “Porta-Vozes do Oceano”, em Lisboa

A Direção-Geral da Educação vem divulgar a exposição “Porta-Vozes do Oceano”, que se encontra patente no Museu de Marinha, em Lisboa, de 25 de junho a 10 de julho, realizada em articulação com a exposição “OCÉAN” da Plataforma Oceano & Clima, no âmbito da iniciativa Temporada Portugal-França 2022.

Trata-se de um projeto educativo e linguístico, promovido pelas Embaixadas de França e de Portugal, pelo Institut Français du Portugal e pelo Instituto Camões em França, no qual 22 escolas de 18 cidades portuguesas e francesas trabalharam em conjunto durante o ano letivo 2021/2022, criando campanhas de sensibilização bilingues sobre a poluição marinha por plásticos. Algumas das obras realizadas pelos alunos encontram-se expostas na referida exposição, valorizando assim o trabalho realizado ao longo de todo o ano letivo.

Neste link poderão encontrar um kit de comunicação com imagens e texto relativo a esta interessante exposição, cuja visita valerá certamente a pena.

Peso: 
0
  • 29 de Junho de 2022, 10:20

MOOC STEM Out of The Box: A STEM Approach to Non-STEM Subjects

Por goliveira
29 Jun.

MOOC STEM Out of The Box: A STEM Approach to Non-STEM Subjects

Este curso, a decorrer a partir de 12 de setembro, é promovido pelo Scientix, a comunidade para o ensino das ciências que estabeleceu uma colaboração em toda a Europa entre professores, investigadores, decisores políticos e outros profissionais de educação das áreas STEM (Science, Technology, Engineering, Mathematics).

Com este MOOC, pretende-se proporcionar aos professores de todos os níveis de ensino, desde a Educação Pré-Escolar até ao Ensino Secundário, uma oportunidade de aprenderem a integrar as áreas STEM nas suas aulas, ajudando os alunos a desenvolver competências científicas, matemáticas e de resolução de problemas. 

Neste contexto, os participantes no curso terão a oportunidade de explorar, em sala de aula STEM, atividades e ideias práticas, que se baseiam em problemas do mundo real. Os formandos serão orientados com base em planos de aula STEM, recursos e desafios criados e testados por outros professores, no sentido de permitirem ajudar os alunos a desenvolver soluções para problemas abertos do mundo real que os envolverão nos processos de pensamento científico e de nível mais complexo.

A estrutura do curso permite que este seja seguido ao ritmo de cada um. Será aberto um módulo no início de cada semana, havendo apenas alguns prazos aos quais é necessário prestar atenção.

Pré-requisitos

Este curso é relevante para educadores de infância e professores do ensino básico interessados nas áreas STEM, bem como para professores do ensino secundário que ensinam disciplinas de áreas não STEM (Humanidades, Artes, Línguas, Literatura, Ciências Sociais e Humanas). 

Módulos

Módulo 1: Introdução ao STEM para o Futuro - abre em 12/09/2022
Módulo 2: Pedagogias inovadoras para o ensino STEM - abre em 19/09/2022
Módulo 3: Competências STEM e Pensamento de nível complexo - abre em 26/09/2022
Módulo 4: Projetar Cenários de Aprendizagem para Envolver os Alunos - abre em 03/10/2022

Objetivos de aprendizagem do curso

  • Compreender o valor do ensino integrado das áreas STEM em sala de aula, independentemente da idade dos alunos ou dos conteúdos a lecionar.
  • Desenvolver uma compreensão adequada das competências STEM necessárias para carreiras futuras.
  • Explorar as metodologias de ensino STEM na educação pré-escolar, no ensino básico e no ensino secundário.
  • Aprender sobre o ensino de STEM recorrendo a desafios da vida real e a princípios pedagógicos de aprendizagem baseados em problemas, pensamento complexo e aprendizagem colaborativa.

Certificação

Para obter um certificado de curso, os participantes têm de passar em todos os questionários, enviar o seu próprio cenário de aprendizagem e rever três cenários de aprendizagem de outros participantes. O prazo final para concluir todas as atividades é 19 de outubro de 2022, às 23:59 CEST.

A participação nos questionários corresponderá a 5% da nota final e não é requisito para a obtenção do certificado do curso. O cenário de aprendizagem, juntamente com as avaliações pelos pares, contará para 95% da nota final. 

Para inscrições e mais informações, aceda à página do curso.

Nota: os professores em Portugal podem obter o reconhecimento formal da sua participação num curso da European Schoolnet Academy, enviando o seu certificado ao Conselho Científico e Pedagógico de Formação Contínua (CCPFC), na Rua do Forno, n.º 30, 1.º andar - Apartado 2168, 4700 - 429 Braga, Portugal. 

Peso: 
0
  • 29 de Junho de 2022, 10:20

Relatório Riscos & Conflitos - Observatório de Cibersegurança

Por goliveira
28 Jun.

Relatório Riscos & Conflitos - Observatório de Cibersegurança

Encontra-se disponível para consulta o Relatório Riscos & Conflitos, do Observatório de Cibersegurança, do Centro Nacional de Cibersegurança (CNCS). Este relatório faz a análise dos principais incidentes, cibercrimes e agentes de ameaça que afetam o ciberespaço no contexto nacional, bem como algumas tendências que podem marcar o futuro a este nível. A análise apresentada baseia-se na sistematização de dados e perspetivas partilhados por várias instituições parceiras, tendo em conta referenciais internacionais e diversos contributos, de modo a apresentar uma visão integrada e o mais completa possível dos riscos e conflitos no ciberespaço e que são de interesse nacional.

Encontra-se disponível o relatório completo e a sua versão resumida. Para mais informações sobre o Observatório de Cibersegurança consulte a página do CNCS.  

Peso: 
0
  • 28 de Junho de 2022, 14:10

Encontro da Rede Europeia dos Centros Internet Segura

Por goliveira
28 Jun.

Encontro da Rede Europeia dos Centros Internet Segura

Recurso português premiado 

Decorreu online, nos dias 15 e 16 de junho, o Insafe Training Meeting -  encontro da rede europeia dos Centros Internet Segura. Além da oportunidade para a partilha de experiências e práticas entre os centros que integram a rede Insafe, o encontro permitiu também: analisar os desafios da realidade virtual e como isso mudará o modo como interagimos online; debater a Estratégia Europeia uma internet melhor para crianças (BIK+) e as implicações para o trabalho da rede; planificar o Dia da Internet Segura 2023; analisar a ação dos Centros de Internet Segura na resposta ao conflito na Ucrânia e para identificar o apoio a disponibilizar  às pessoas afetadas pela situação atual. 

Neste encontro teve, ainda, lugar a “Insafe Resource Competition” durante a qual foram apresentados diversos recursos de sensibilização, submetidos à apreciação e votação dos especialistas que integram os cerca de 30 Centros Internet Segura.   

De destacar o recurso português, jogo de tabuleiro de Cidadania Digital “Vamos descobrir o mundo digital” que ficou classificado na terceira posição. O "Dangerous friendship on the internet", sobre a problemática do Grooming, apresentado pela Letónia, obteve o primeiro lugar . Na segunda posição ficou a campanha de sensibilização “#StopChildAbuse” para prevenir o abuso e a exploração sexual de crianças na Internet, da responsabilidade do Centro Internet Segura Espanhol, que contou com a colaboração do Centro Internet Segura Português e dos Líderes Digitais. 

A Direção-Geral da Educação faz parte integrante da rede Insafe, através do Centro de Sensibilização SeguraNet que, por sua vez, integra o Centro Internet Segura. 

Vídeo de apresentação do recurso português “Vamos descobrir o mundo digital” em língua inglesa

Peso: 
0
  • 28 de Junho de 2022, 14:10

RELEVO® – Comunidade Nacional de Boas Práticas Educativas

Por goliveira
28 Jun.

RELEVO® – Comunidade Nacional de Boas Práticas Educativas

A Associação Nacional dos Professores Contratados (ANVPC) disponibiliza em www.relevo.org a RELEVO® - Comunidade Nacional de Boas Práticas Educativas, uma plataforma para disseminação de boas práticas educativas desenvolvidas desde a educação pré-escolar ao ensino secundário, por alunos, professores, diretores, pais e encarregados de educação e demais profissionais de educação e parceiros educativos. 

Tendo entre os seus objetivos a criação de comunidades de partilha e de aprendizagem ou o estímulo do intercâmbio de ideias e de experiências inovadoras, a plataforma RELEVO® propõe-se divulgar projetos e atividades nas categorias da solidariedade, inclusão, sustentabilidade, cidadania, empreendedorismo, humanismo, entre outras, consentâneos com os princípios e valores definidos no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória.

Peso: 
0
  • 28 de Junho de 2022, 10:06

R-A 2022 Música | Sintra

Por goliveira
27 Jun.

R-A 2022 Música | Sintra

Na semana de 30 de maio a 3 de junho decorreu, no Agrupamento de Escolas (AE) Monte da Lua, Sintra, a Residência Artística/Música de 2022 (R-A 2022) do Programa de Educação Estética e Artística (PEEA), onde a turma da Professora Ana Beijinho do 3.º ano, da Escola Básica (EB) do Mucifal, Colares, recebeu Sofia Cosme, flautista da Orquestra Metropolitana de Lisboa. Esta iniciativa interministerial, entre as áreas da Educação e da Cultura, teve como principal finalidade desenvolver o conhecimento musical dos alunos, compreendendo a música como forma de expressão e, paralelamente, promover a concentração, o autocontrolo, a cooperação e o espírito de grupo.  

Ao delinear esta residência artística, sob o tema A música à nossa volta e ao alcance de todos: construção de instrumentos e bandas sonoras, estabeleceu-se como objetivo ajudar as crianças a perceber que há sempre inúmeros sons e música à nossa volta — que a música e os sons que ouvimos podem mudar a nossa perceção da realidade e até os nossos sentimentos num momento específico. Pretendeu-se que os alunos explorassem materiais usados em casa e na escola e que os reciclassem, criando os seus próprios instrumentos. Com tudo isto, que usassem a sua imaginação para inventar uma história e para criar a sua própria banda sonora, recorrendo à exploração, busca e improvisação nos instrumentos que eles próprios construíram. Durante todo o processo, foram transmitidas noções musicais como a produção sonora, pulsação e ritmo, altura do som, volume sonoro, famílias de instrumentos, afinação, entre outros conceitos musicais. 

O culminar desta Residência Artística decorreu no auditório da Escola Básica Integrada de Colares, com a apresentação pública do que aconteceu ao longo da semana, onde estiveram presentes o Vice-Presidente da Câmara Municipal de Sintra Bruno Parreira, acompanhado por Frederico Eça e Susana Coelho, o Representante da DGEstE João Mourato, o Diretor do AE Nuno Cabanas, a Vice-Diretora do AE Cristina Moura, o Adjunto da Direção João Trigo e demais membros da Direção do AE, o Coordenador da EB do Mucifal Rui Abreu, a Coordenadora da EB de Colares Rosinda Cabanas e da DGE, Equipa de Educação Artística – Música Dina Soares, que acompanhou a semana de R-A.  

Peso: 
0
  • 27 de Junho de 2022, 12:19

50 projetos apurados para a segunda fase do Prémio Gandhi de Educação para a Cidadania

Por goliveira
27 Jun.

50 projetos apurados para a segunda fase do Prémio Gandhi de Educação para a Cidadania

O Prémio Gandhi de Educação para a Cidadania consiste numa distinção que visa reconhecer projetos de escolas, no âmbito da Estratégia de Educação para a Cidadania na Escola, que contribuam para o desenvolvimento de competências essenciais de formação cidadã e aprendizagens com impacto na atitude cívica individual, no relacionamento interpessoal e no relacionamento social e intercultural.

O tema da 2.ª Edição do Prémio Gandhi de Educação para a Cidadania é "Os Oceanos".

Está concluída a primeira fase do procedimento, a votação online, pela comunidade educativa, dos projetos divulgados no sítio eletrónico da Direção-Geral da Educação, com vista ao apuramento dos 50 projetos finalistas.

Na segunda fase, até ao final de julho, será feita a avaliação dos projetos finalistas, pelo júri constituído por um representante da Direção-Geral da Educação, um representante da ANQEP, I.P., um representante da DGEstE, cinco coordenadores da EECE a nível nacional e uma individualidade de reconhecido mérito no domínio de educação para a cidadania. Farão a seleção dos 30 projetos a distinguir com a atribuição do Prémio Gandhi.

Para consultar as candidaturas apuradas para a segunda fase, aceda ao endereço https://premiogandhi.dge.mec.pt/.

Peso: 
0
  • 27 de Junho de 2022, 11:53

II Jornadas Academi@ STEM Mangualde

Por goliveira
24 Jun.

II Jornadas Academi@ STEM Mangualde

A Academi@ STEM de Mangualde, em parceria com o Centro de Formação Edufor, organiza, nos dias 8 e 9 de julho, em regime presencial, as II Jornadas da Academi@ STEM Mangualde.

São destinatários desta iniciativa, que decorrerá na Biblioteca Municipal de Mangualde, Educadores de Infância, Professores dos ensinos básico e secundário e Educação Especial.

A frequência das Jornadas, nas condições de acreditação, reveste a forma de um curso de formação de 13 horas.

Período de inscrições para o processo acreditado: até 30/06/2022.

Cartaz de divulgação

Mais informações e inscrições em: www.edufor.pt

 

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 14:08

Por Mais Oceano

Por goliveira
24 Jun.

Por Mais Oceano

Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira

No âmbito da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento, o Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira (AEPPN) encontra-se a desenvolver o Projeto “Por mais Oceano”, desde a Educação Pré-escolar até ao 3.º Ciclo do Ensino Básico.

E como é que surgiu esta ideia?

Olhão e a sua gente dependem do seu mar e da sua Ria. As alterações que ocorrem diariamente no Planeta estão a mudar os oceanos e a mudar a nossa cidade. A FAMÍLIA AEPPN não podia ficar indiferente.

Este NOSSO projeto tem como principal objetivo formar uma geração de alunos mais conhecedores, conscientes e cidadãos ativos na defesa das questões ambientais, sobretudo na defesa dos Oceanos.

Por mais Oceano” pretende sensibilizar a comunidade educativa para a sustentabilidade dos oceanos e para a responsabilização da defesa e proteção desta importante fonte de vida e de recursos; mobilizando os alunos para a sua conservação com práticas/vivências/experiências que lhes permitam olhar de uma forma mais ecológica e que sirvam de inspiração para as gerações futuras.

Esta iniciativa feita à escala do NOSSO Agrupamento teve a participação de 1645 alunos num total de 81 salas/turmas envolvidas.

Ana Fonseca - professora de História e Coordenadora de Cidadania e Desenvolvimento do 2.º e 3.º Ciclo do Agrupamento de Escolas Professor Paula Nogueira, em Olhão

Saiba mais na página do Projeto.

 

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 13:48

Candidatura - Certificação “Escola Sem Bullying | Escola Sem Violência”

Por goliveira
24 Jun.

Candidatura - Certificação “Escola Sem Bullying | Escola Sem Violência”

A Escola deve assumir-se como um espaço privilegiado na prevenção e combate a todas as formas de violência. Daí a importância que assumem a promoção e a implementação, por parte das escolas, do plano de prevenção e combate ao Bullying e ao Ciberbullying, ”Escola Sem Bullying | Escola Sem Violência”.  

Como forma de reconhecimento público do trabalho desenvolvido nos Agrupamentos de Escolas/Escolas não agrupadas, nomeadamente através dos elementos que integram as equipas nas escolas, poderá ser atribuída a certificação “Selo Escola Sem Bullying | Escola Sem Violência”.

As escolas que desejarem apelar a esta certificação deverão responder ao formulário até ao dia 15 de julho de 2022, onde são considerados, entre outros, os seguintes aspetos: identificação e resposta a casos de bullying, exemplos de boas práticas, articulação com componentes curriculares.  

A lista das escolas certificadas será divulgada oportunamente website www.sembullyingsemviolencia.edu.gov.pt e também nas redes sociais associadas, bem como através dos canais da Direção-Geral da Educação.  

Mais informações em: https://www.sembullyingsemviolencia.edu.gov.pt/?page_id=25026

 

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 10:25

Uma Internet Melhor para as Crianças – Estratégia Europeia (BIK+)

Por goliveira
24 Jun.

Uma Internet Melhor para as Crianças – Estratégia Europeia (BIK+)

A nova edição da Estratégia Europeia uma Internet melhor para crianças (BIK+), lançada no dia 11 de maio de 2022, tem como objetivo fundamental garantir que as crianças sejam protegidas, respeitadas e capacitadas para o mundo digital, em consonância com os Princípios Digitais Europeus. Esta estratégia vem complementar a sua primeira edição (de 2012) e reflete os contributos  de uma grande diversidade de visões, destacando-se a opinião das crianças e dos jovens. Para além disso, encontra-se  disponível para consulta o compêndio com a legislação europeia em vigor sobre esta matéria. 

A BIK+, que assinala também o Ano Europeu da Juventude 2022, propõe ações em torno de três pilares: 

  1. Experiências digitais seguras para proteger as crianças de conteúdos, condutas, contactos e riscos online prejudiciais e ilegais enquanto jovens consumidores e para melhorar o seu bem-estar online, através de um ambiente digital seguro e adequado à idade, criado de forma a respeitar o melhor interesse das crianças; 
  2. Capacitação digital para que todas as crianças, em particular as que se encontram em situação de vulnerabilidade, adquiram as aptidões e as competências necessárias para fazer escolhas acertadas e expressar-se no ambiente online, de forma segura e responsável; 
  3. Participação ativa, respeitando as crianças, dando-lhes a palavra no ambiente digital, com mais atividades lideradas por crianças para promover experiências digitais seguras inovadoras e criativas. 

De salientar ainda que a estratégia BIK+  contempla a componente digital da Estratégia Europeia sobre os Direitos da Criança, de 2021. 

No âmbito desta estratégia, o portal Better Internet for Kids continuará a disponibilizar recursos de sensibilização e práticas de referência, em cooperação com a rede europeia dos cerca de 30 Centros Internet Segura, da qual a Direção-Geral da Educação faz parte integrante, através do Centro de Sensibilização SeguraNet

 

Vídeo da Estratégia Europeia “uma melhor internet para as crianças” (BIK+)

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 10:04

Boletim de Notícias do PNC – Número Especial de maio-junho 2022

Por goliveira
24 Jun.

Boletim de Notícias do PNC – Número Especial de maio-junho 2022

Este é o último número do Boletim de Notícias PNC do presente ano letivo. Por isso, o nosso destaque vai para as atividades das escolas, valorizando-se as iniciativas realizadas pelos alunos sob orientação pedagógica dos professores. Em jeito de viagem, divulgamos uma seleção de diferentes atividades cinematográficas, realizadas em escolas situadas em quase todos os distritos do país, do norte ao sul, incluindo as Regiões Autónomas e as Escolas Portuguesas no Estrangeiro (EPE). Lembramos que o PNC é dinamizado pela Direção-Geral da Educação (DGE), pelo Instituto do Cinema e do Audiovisual (ICA) e pela Cinemateca Portuguesa-Museu do Cinema.

Boletim de Notícias do PNC – Número Especial de maio-junho 2022

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 09:50

Alargado a mais quatro Agrupamentos o projeto UAARE

Por goliveira
24 Jun.

Alargado a mais quatro Agrupamentos o projeto UAARE

O Plano atividades do programa UAARE para o ano letivo 2022/2023, regulado pela portaria 275/2019 de 27 de agosto, foi homologado em 22 de junho de 2022, pelo Secretário de Estado da Educação, António Leite e pelo Secretário de Estado da Juventude e Desporto, João Paulo Correia.

Das Escolas/Agrupamentos elegíveis e ordenadas de acordo com o Processo de apreciação e seleção, foram consideradas, para assumirem o estatuto de escolas associadas à rede nacional do programa UAARE os quatro Agrupamentos de Escola que obtiveram a melhor classificação e compromisso com os critérios de ponderação considerados no edital da candidatura (ver mais no site UAARE). 

As quatro novas escolas associadas da rede UAARE são:   

- Agrupamento de Escolas Camilo Castelo Branco, Vila Nova de Famalicão; 

- Agrupamento de Escolas de Mirandela; 

- Agrupamento de Escolas Júlio Dantas, Lagos; 

- Agrupamento de Escolas de Portela e Moscavide, Loures.

 

Peso: 
0
  • 24 de Junho de 2022, 09:22

Technovation Girls Challenge

Por goliveira
23 Jun.

Technovation Girls Challenge

- Resultados

Foram recentemente divulgados os resultados das equipas selecionadas para a Semifinal mundial do Technovation Girls Challenge, refletindo a excelente adesão ao evento. Num programa altamente competitivo a nível mundial, pela primeira vez, Portugal teve mais do que uma equipa selecionada para a semifinal -  5 semifinalistas

As alunas, através da identificação de soluções para problemas locais, defenderam as suas comunidades e assumiram papéis de liderança na resolução dos problemas. A inteligência, criatividade e resiliência que demonstraram, foram fundamentais para o esforço coletivo de ajudar a construir um mundo melhor. 

A Technovation 2022 contou com a participação de 120 países, num total de 1600 equipas. A Technovation Portugal 2022 envolveu 300 alunas e 46 equipas que tiveram o apoio de 55 mentores. 

Conheça as equipas selecionadas para a semifinal - https://www.technovation.org/blogs/2022-semifinalist-teams/ 

No próximo dia 12 de agosto terá lugar o Technovation World Summit (poderá inscrever-se em: https://hopin.com/events/technovation-s-world-summit/registration) e no final do mês de setembro será lançada a  Edição Technovation 2023. 

 

Peso: 
0
  • 23 de Junho de 2022, 16:23

Recursos Educativos Digitais 1.º ciclo

Por goliveira
23 Jun.

Recursos Educativos Digitais 1.º ciclo

- Recurso Cozinhar a Aprender 

O recurso educativo digital Cozinhar a Aprender, concebido por uma equipa do Instituto Politécnico de Lisboa, destina-se a alunos do 1.º ciclo do ensino básico e tem como objetivo promover o desenvolvimento integrado de competências, associadas as diversas áreas (português, matemática, estudo do meio), a partir da exploração do género textual receita culinária

Em concreto, são exploradas situações relacionadas com a origem dos ingredientes, quantidades, combinatórias, características multimodais e linguísticas do género textual receita culinária e quantificadores. De forma a envolver o utilizador numa experiência lúdica e estimulante, recorre-se a estratégias de gamificação associadas a fatores de satisfação dos participantes no ato de jogar (desafio, tomada de decisão, recompensa). 

No recurso educativo digital, é implementado um percurso didático de base construtivista, na medida em que o utilizador é confrontado com problemas/desafios que vai resolvendo, através de tarefas de observação, manipulação, sistematização e treino. 

O recurso foi desenvolvido no âmbito do projeto Cozinhar a Aprender: Recurso educativo digital para a promoção da integração curricular no 1.º Ciclo do Ensino Básico, um projeto integrado numa linha de investigação mais ampla (Projeto RED.PT - Recursos Educativos Digitais para o Ensino e a Aprendizagem do Português no 1.º Ciclo do Ensino Básico), que visa: (i) criar recursos educativos digitais para o ensino e a aprendizagem do Português no 1.º CEB; (ii) disponibilizar os recursos criados numa plataforma online de acesso livre, alojada na página institucional da Escola Superior de Educação de Lisboa; (iii) desenvolver investigação sobre a conceção, desenvolvimento e implementação de recursos educativos digitais no 1.º CEB. 

O recurso Cozinhar a Aprender encontra-se disponível em: https://redpt.pt/ 

Mais informação em: https://www.eselx.ipl.pt/investigacao/recursos/red-pt 

Vídeo de divulgação: https://www.youtube.com/watch?v=6GgankvmMLU&feature=youtu.be 

Peso: 
0
  • 23 de Junho de 2022, 11:26

Prémio Mário Ruivo – Gerações Oceânicas - Cerimónia final da edição 2021/22

Por goliveira
23 Jun.

Prémio Mário Ruivo – Gerações Oceânicas - Cerimónia final da edição 2021/22

A cerimónia final da edição 2021/22 do Prémio Mário Ruivo – Gerações Oceânicas será transmitida no canal de YouTube da DGPM, no dia 8 de julho, pelas 10h.

Organizado por Ministério da Economia e Mar, Ministério da Educação e Ministério da Cultura, o Prémio Mário Ruivo – Gerações Oceânicas desafiou equipas lideradas por jovens em idade escolar a criar filmes de 7 minutos que expressem o papel fundamental do Oceano na vida humana.

Na cerimónia final serão apresentados os sete filmes produzidos e anunciadas as equipas vencedoras, de acordo com o programa disponível aqui.

Save The Date!

Peso: 
0
  • 23 de Junho de 2022, 11:01

R-A 2022 Dança | Lourinhã

Por goliveira
22 Jun.

R-A 2022 Dança | Lourinhã

Momentos de Mar

O Agrupamento de Escolas (AE) da Lourinhã recebeu na semana de 30 de maio a 3 e de junho a segunda Residência Artística (R-A 2022) na área da Dança do Programa de Educação Estética e Artística (PEEA). Na Escola Básica de Moita dos Ferreiros, a bailarina Isabel Galriça da Companhia Nacional de Bailado – OPArt desenvolveu com os alunos da turma L, do 3.º ano, o contacto com a dança, através do conceito de Corpo Expressivo − enquanto veículo de mensagens, sentimentos e emoções −, independentemente do desenvolvimento motor ou habilidade específica de cada um. 

"Momentos de Mar", foi o título dado ao trabalho desenvolvido por forma a simbolizar a personificação do mar como tendo as suas próprias emoções. Tal como nós, o mar tem momentos de serenidade e momentos de tempestade. Assim, procurou-se, através da analogia com o mar, trabalhar as sensações/vivências de cada um e, ao mesmo tempo, o movimento corporal que tal nos sugere.   

A semana de R-A decorreu com a colaboração do Professor Titular de Turma, Luís Malveiro, da Coordenadora de Projetos, Isabel Fernandes e o acompanhamento da Embaixadora PEEA Leiria, Elisabete Silva. Na tarde do último dia da R-A, a 3 de junho, o projeto foi apresentado à comunidade, no Centro de Cultura e Recreio da Moita dos Ferreiros. Contou com a presença de distintos representantes do Município, da comunidade escolar, da Cultura e da Educação, tais como: o Vice-Presidente da Câmara Municipal da Lourinhã e Vereador da Cultura e Educação, José Tomé, o Presidente da Assembleia Municipal, Brian Silva, o Diretor do AE da Lourinhã, José Grachinha, a Presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação do AE, o representante do OPArt, Bruno Silva, o Delegado Regional DGEstE Lisboa e Vale do Tejo, Bruno Santos, a Coordenadora do PEEA - DGE, Carla Rosa, e elementos da Equipa de Educação Artística – DGE, para além das famílias dos alunos. Este encontro, proporcionado pela apresentação pública da R-A da Lourinhã, permitiu não só uma visão do desenvolvimento do processo artístico, mas também o fortalecimento de laços entre a comunidade.

Peso: 
0
  • 22 de Junho de 2022, 15:17

Para Além Deste Mundo e do Outro

Por goliveira
21 Jun.

Para Além Deste Mundo e do Outro

Um projeto de intervenção cívica, artística e autobiográfica

“Para Além Deste Mundo e do Outro” foi um projeto de intervenção cívica, artística e autobiográfica, desenvolvido pelos alunos da turma 10.I da Escola Artística António Arroio, ao longo do ano letivo 2021-22. Teve como objetivo principal promover uma reflexão pessoal e coletiva em torno da criação, pondo em foco a relação do eu criador com o seu tempo e com o mundo que o rodeia. Para a sua concretização ocorreram reuniões de equipa entre os professores envolvidos e as entidades externas que nele participaram. 

Para a motivação dos alunos iniciou-se o trabalho com a leitura e análise de crónicas do livro de José Saramago Deste Mundo e do Outro, havendo também uma primeira sessão de apresentação pública do Projeto pelo jornalista Ricardo Duarte, do Jornal de Letras. Para além da leitura e análise de textos em sala de aula e da redação de textos de tipologia diversificada sobre temáticas abordadas nas crónicas, atualizadas pelos alunos, cada aluno produziu um trabalho artístico, em ourivesaria e cerâmica, reflexo do percurso realizado, e tendo em vista as vertentes histórica, literária e artística.

Tiveram lugar duas outras sessões públicas: uma conversa/debate sobre o homem, o artista e o seu tempo, dinamizada pelo jornalista Ricardo Duarte com a galerista e neta do escritor, Ana Saramago Matos, e uma sessão pública, no dia 19 de maio, na Fundação José Saramago, de exposição (organizada pelos professores de Projeto e Tecnologias, Ourivesaria e Cerâmica, que teve a duração de três dias, no espaço da Biblioteca da Fundação). Os alunos fizeram uma escala a fim de poderem guiar visitas à exposição. A sessão foi dinamizada pelo jornalista Ricardo Duarte com a colaboração da turma e dos professores envolvidos na iniciativa, tendo contado com a presença do diretor da Escola e do diretor da fundação. Os alunos leram alguns textos criados a partir da leitura e análise de crónicas de José Saramago e apresentaram as memórias descritivas elaboradas para as suas peças. Estiveram presentes encarregados de educação, familiares dos alunos e professores da escola, tendo alguns comunicado as suas impressões, o que criou um ambiente de agradável convívio entre gerações. Os alunos cresceram e ganharam maior maturidade. 

Interligar literatura, história, tecnologias artísticas e vida, emoções e experiências no dia a dia escolar traz frutos e verdadeiro prazer de fazer e de aprender. O projeto enquadra-se na temática de Direitos Humanos da área de Cidadania e Desenvolvimento, tendo como ponto de partida o livro de Crónicas Deste Mundo e do Outro, que José Saramago publicou em 1971 e que trata múltiplos temas. Este projeto serviu também para homenagear o Prémio Nobel de Literatura português no ano do seu centenário, a celebrar ao longo de 2022. O projeto envolveu as disciplinas de Português, PLNM, História da Cultura e das Artes, e as áreas de Ourivesaria e Cerâmica de Projeto e Tecnologias Artísticas e de Cidadania e Desenvolvimento, tendo uma excelente participação de alunos e professores em parceria com o jornalista Ricardo Duarte, a galerista Ana Saramago Matos e a Fundação José Saramago.

 

Peso: 
0
  • 21 de Junho de 2022, 16:04

NOESIS – Notícias da Educação

Por goliveira
21 Jun.

NOESIS – Notícias da Educação

Já está disponível o Boletim mensal NOESIS – Notícias da Educação – do mês de junho. 

Com o objetivo de partilhar e valorizar o que acontece na área da educação em Portugal, este Boletim oferece, mensalmente, uma seleção de notícias sobre eventos, iniciativas e projetos, legislação, publicações e estudos do que de mais relevante se faz neste domínio.

O boletim poderá ser subscrito através de mensagem de correio eletrónico enviada para boletimdge@dge.mec.pt.

Aceda ao último número aqui.

Números anteriores disponíveis em http://www.dge.mec.pt/boletim-noesis.

Peso: 
0
  • 21 de Junho de 2022, 14:05

“Prémios António Vieira, Alexandre Herculano e Pedro Nunes”

Por goliveira
20 Jun.

“Prémios António Vieira, Alexandre Herculano e Pedro Nunes”

A Academia das Ciências de Lisboa atribui prémios de mérito, financiados através de apoio mecenático da Fundação Amélia de Mello, aos melhores alunos do ensino secundário nas disciplinas de Português (Prémio António Vieira), História A (Prémio Alexandre Herculano) e Matemática A (Prémio Pedro Nunes).

Podem concorrer os alunos que terminem o ensino secundário com classificação não inferior a 18 valores nas disciplinas a que se referem os prémios, que nunca tenham ficado retidos, e que tenham média geral das restantes disciplinas não inferior a 17 valores.

As condições de admissão ao concurso e forma de funcionamento dos júris podem ser consultadas no Regulamento dos Prémios.

As candidaturas deverão dar entrada na Academia das Ciências de Lisboa, nos termos do respetivo formulário, até ao dia 15 de setembro de 2022.

Cartaz

 

Fonte: Academia das Ciências de Lisboa

Peso: 
0
  • 20 de Junho de 2022, 15:55

DeliberaEscola - O sorteio que anda de escola em escola para promover a inclusão

Por goliveira
20 Jun.

DeliberaEscola - O sorteio que anda de escola em escola para promover a inclusão

O que acontece se sortearmos alunos para participarem em projetos, em vez de esperarmos que tomem a iniciativa de se inscrever?

O DeliberaEscola promove essa inovação em 11 agrupamentos, demonstrando que o sorteio permite envolver estudantes que tipicamente não participam, estimulando o pensamento crítico e criativo sobre a sociedade e a escola, bem como a intervenção cívica.

A metodologia, aplicada pela associação Fórum dos Cidadãos, introduz nas escolas a figura do “Conselho de Alunos”, estrutura formada por 12 membros efetivos e 6 suplentes, todos do 3.º ciclo e selecionados aleatoriamente.

Além de o sorteio garantir que os diferentes anos de escolaridade presentes no Conselho estejam representados por igual número de elementos, esta ferramenta também assegura a paridade de género.

O poder inclusivo desta intervenção, orientada para a reflexão e construção de propostas para a melhoria da vida na escola, é reforçado pelo recurso à educação entre pares. Esta etapa concretiza-se através da capacitação de alunos do secundário – designados “Jovens Educadores” – para que, de forma autónoma, ao longo do ano letivo, possam orientar, acompanhar e apoiar o trabalho dos colegas selecionados para integrar o “Conselho de Alunos”.

A metodologia está a ser aplicada desde 2020, com financiamento da Fundação Calouste Gulbenkian, e reúne, no presente ano letivo, o apoio da Direção-Geral da Educação (DGE).

Este suporte permitiu alargar o mapa de agrupamentos integrantes do projeto, de três em 2020-21 para 11 em 2021-22, incluindo dois fora da Área Metropolitana de Lisboa.

A experiência inovadora, já merecedora de uma reportagem do jornal Público – que acompanhou uma sessão de um “Conselho de Alunos” –, é inspirada no trabalho da organização Democracy in Pratice, e beneficia da orientação de um dos seus fundadores, Adam Cronkright.

A par da presença no terreno, que concorre para o treino de competências-chave em três grandes áreas principais – nomeadamente relacionamentos interpessoais; informação e comunicação, e desenvolvimento pessoal e autonomia –, o DeliberaEscola iniciou a construção de uma plataforma online, intitulada Faz Parte!, dirigida a necessidades partilhadas pelos “Jovens Educadores”. 

O recurso, ainda numa fase experimental, inclui a gravação de um podcast, a pedido dos próprios alunos, que escolhem as temáticas da sua preferência.

A novidade virtual pretende facilitar o acesso a aprendizagens vivenciais, estimular a partilha de ideias e a sinergia entre agrupamentos, bem como a construção de propostas de mudança. Por uma escola mais participada, onde todas as vozes sejam ouvidas e valorizadas. Como esta, partilhada por uma das alunas participantes no DeliberaEscola: “Estamos em constante aprendizagem quando estamos no Conselho de Alunos, a ver as ideias que surgem, a preocupação para que haja uma escola e também uma sociedade melhor. É algo gratificante, e um bónus disto é que descobrimos ‘pequenos talentos’ que achávamos que não tínhamos, ou que estão ainda em construção”.

Peso: 
0
  • 20 de Junho de 2022, 11:50

Formação contínua de docentes e outros agentes de educação

Por goliveira
20 Jun.

Formação contínua de docentes e outros agentes de educação

Apresentação de candidaturas

A Direção-Geral da Educação informa que estão abertas as candidaturas para financiamento da formação contínua de docentes e outros agentes de educação, dos Centros de Formação de Associação de Escolas (CFAE), da NUT II Área Metropolitana de Lisboa.

Consulte o Aviso de abertura de candidaturas.

Peso: 
-4
  • 20 de Junho de 2022, 10:40

Blended learning - School Education Gateway

Por goliveira
20 Jun.

Blended learning - School Education Gateway

School Education Gateway dedicou o mês de maio ao  tema “Blended learning”, uma abordagem que concilia ambientes e ferramentas digitais e não digitais, colocando-as ao serviço da promoção das aprendizagens. 

Os conteúdos publicados incluem:

A plataforma disponibiliza também artigos e recursos que poderão apoiar a integração dos jovens refugiados ucranianos nos sistemas educativos dos estados - membros da EU e Erasmus+. 

Conteúdos mais recentes: 

Além disso, a European Toolkit for Schools tem-se focado na identificação de recursos que auxiliem os professors e educadores que trabalham com crianças migrantes e refugiadas: últimos recursos disponibilizados

Peso: 
0
  • 20 de Junho de 2022, 10:06
❌