Noticias em eLiteracias

🔒
❌ Sobre o FreshRSS
Há novos artigos disponíveis, clique para atualizar a página.
Antes de ontemSeus RSS feeds

Notícia: FCT apresentou o Atlas das Unidades de I&D

Apresentação feita na 1.ª sessão das Comemorações dos 25 anos

Que espécie é esta: tritão-marmoreado

Por Helena Geraldes

O leitor Daniel Faria fotografou este anfíbio a 8 de Abril de 2020 em Vizela e pediu para saber a que espécie pertence. Rui Rebelo responde.

“Moro no concelho de Vizela e gostava de saber que espécie de tritão é este”, escreveu o leitor à Wilder.

Trata-se de um tritão-marmoreado (Triturus marmoratus).

Espécie identificada e texto por: Rui Rebelo, investigador da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa.

É um macho de tritão-marmoreado, Triturus marmoratus. Estará a entrar na fase de reprodução  – tem esboço da crista dorsal e a cauda alta.

Esta espécie só se reproduz na Primavera.

O tritão-marmoreado distribui-se pela Península Ibérica, à excepção do Sudeste, e pelo Centro e Oeste de França.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.

O conteúdo Que espécie é esta: tritão-marmoreado aparece primeiro em Wilder.

Que espécie é esta: ganso-do-egipto

Por Helena Geraldes

Os leitores João e Isabel Patriarca fotografaram estas aves a 16 de Janeiro na ribeira entre a Amadora e Queluz, e pediram ajuda para saber qual a espécie. Gonçalo Elias responde.

“Dia 16 de Janeiro, eu e a minha esposa estávamos a atravessar a chamada Ponte Nova, por cima da ribeira que separa Amadora e Queluz, quando olhamos para a dita ribeira e nos deparamos com dois patos que nunca tínhamos visto por ali antes. A fauna da referida ribeira, junto à ponte, é geralmente composta por um grupo de patos-reais, que já chegou a ter mais de 40 elementos, e uma família de galinholas”, escreveram à Wilder.

Tratam-se de gansos-do-egipto (Alopochen aegyptiaca).

Espécie identificada por: Gonçalo Elias, responsável pelo portal Aves de Portugal.

Esta é uma espécie invasora, de origem africana que, segundo o portal Aves de Portugal, “tem vindo a ser observada com uma frequência crescente em diversos locais do território nacional e poderá estar em vias de estabelecer populações auto-sustentáveis”.

O ganso-do-egipto é uma grande ave aquática, maior do que um pato. Tem plumagem em tons cinzentos e acastanhados e uma mancha castanha em redor do olho.

“Em voo são bem visíveis as coberturas alares brancas, contrastando com as penas de voo pretas.”

Neste webinário do portal “Aves de Portugal”, Gonçalo Elias fala da situação da espécie em Portugal.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.

O conteúdo Que espécie é esta: ganso-do-egipto aparece primeiro em Wilder.

Que espécie é esta: felosa-comum

Por Helena Geraldes

O leitor André Pires fotografou esta ave a 15 de Janeiro em Lisboa e quis saber a que espécie pertence. Gonçalo Elias responde.

“É mais pequeno que um pardal”, escreveu o leitor à Wilder.

A espécie que observou é uma felosa-comum (Phylloscopus collybita).

Espécie identificada por: Gonçalo Elias, responsável pelo portal Aves de Portugal.

É uma pequena ave insectívora que nos visita no Inverno.

Esta é uma espécie invernante muito comum e, talvez por isso, tem vários nomes consoante a região do país: Bago-d’uva, Fuim, Fulecra ou Tolinha-das-couves, segundo o livro “Aves de Portugal – Ornitologia do território continental” (Assírio & Alvim, 2010).

Mas é raro fazer ninho em Portugal.

As aves que podemos ver durante o Inverno – especialmente a partir do início de Outubro, vindas do Reino Unido, França e Países Baixos – procuram habitats muito diversos, desde quintas, jardins e parques das cidades até pomares, hortas, montados, pinhais e zonas húmidas.


Agora é a sua vez.

Encontrou um animal ou planta que não sabe a que espécie pertence? Envie-nos para o nosso email a fotografia, a data e o local. Trabalhamos com uma equipa de especialistas que o vão ajudar.

Explore a série “Que espécie é esta?” e descubra quais as espécies que já foram identificadas, com a ajuda dos especialistas.

O conteúdo Que espécie é esta: felosa-comum aparece primeiro em Wilder.

❌