Noticias em eLiteracias

🔒
✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Brasil registra 69 mortes por Covid-19 e mais de 13 mil casos nas últimas 24 horas

Por Matheus Barros — 16 de Maio de 2022, 21:03

O Brasil teve 69 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com números atualizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde nesta segunda-feira (16). O país também registrou cerca de 13,5 mil casos da doença causada pelo SARs-CoV-2.

Confira os números atualizados da Covid-19 no Brasil:

  • 69 óbitos nas últimas 24 horas;
  • 13.510 casos confirmados nas últimas 24 horas;
  • 664.987 óbitos acumulados;
  • 30.701.900 casos confirmados no total;
  • Média móvel de 114 mortes e 18.236 casos nos últimos 7 dias.

#PainelConass Covid-19
Data: 16/05/2022, 18h

Casos
• 13.510 no último período
• 30.701.900 acumulados

Óbitos
• 69 no último período
• 664.987 acumulados

Média móvel dos últimos 7 dias
• 18.236 casos
• 114 óbitos

Mais informações: https://t.co/ZjV7hqhXrq

— CONASS (@ConassOficial) May 16, 2022

A Covid-19 no Brasil

Após chegar ao Brasil em março de 2020, o vírus da Covid-19 se espalhou rapidamente. Pouco mais de dois anos e meio depois da chegada da pandemia no país, foi alcançada a assustadora marca de 600 mil mortes

Com momentos de alta e de baixa nos novos casos e no número de mortes, o Brasil só teve um cenário de melhora na pandemia após o avanço da vacinação. Segundo dados do Ministério da Saúde, quase 156 milhões de pessoas já estão com o esquema vacinal completo e 77,5 milhões contam com a dose de reforço.

Leia também!

Covid-19: situação no mundo

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o novo coronavírus já infectou quase 517 milhões de pessoas em todo o mundo. O marco é alcançado mais de 2 anos após seu surgimento na cidade chinesa de Wuhan, em dezembro de 2019. O número de mortos por Covid-19 no mundo já ultrapassou 6,2 milhões

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Brasil registra 69 mortes por Covid-19 e mais de 13 mil casos nas últimas 24 horas apareceu primeiro em Olhar Digital.

✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Brasil registra 92 mortes por Covid-19 e mais de 17 mil casos nas últimas 24 horas

Por Matheus Barros — 14 de Maio de 2022, 21:02

O Brasil teve 92 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com números atualizados pelo Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e pelo Ministério da Saúde neste sábado (14). O país também registrou pouco mais de 17,3 mil casos da doença causada pelo SARs-CoV-2.

Confira os números atualizados da Covid-19 no Brasil:

  • 92 óbitos nas últimas 24 horas;
  • 17.355 casos confirmados nas últimas 24 horas;
  • 664.872 óbitos acumulados;
  • 30.682.094 casos confirmados no total;
  • Média móvel de 107 mortes e 17.652 casos nos últimos 7 dias.

#PainelConass Covid-19
Data: 14/05/2022, 18h

Casos
• 17.355 no último período
• 30.682.094 acumulados

Óbitos
• 92 no último período
• 664.872 acumulados

Média móvel dos últimos 7 dias
• 17.652 casos
• 107 óbitos

Mais informações: https://t.co/ZjV7hqzyQ0

— CONASS (@ConassOficial) May 14, 2022

A Covid-19 no Brasil

Após chegar ao Brasil em março de 2020, o vírus da Covid-19 se espalhou rapidamente. Pouco mais de dois anos e meio depois da chegada da pandemia no país, foi alcançada a assustadora marca de 600 mil mortes

Com momentos de alta e de baixa nos novos casos e no número de mortes, o Brasil só teve um cenário de melhora na pandemia após o avanço da vacinação. Segundo dados do Ministério da Saúde, quase 156 milhões de pessoas já estão com o esquema vacinal completo e 77,5 milhões contam com a dose de reforço.

Leia também!

Covid-19: situação no mundo

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o novo coronavírus já infectou quase 517 milhões de pessoas em todo o mundo. O marco é alcançado mais de 2 anos após seu surgimento na cidade chinesa de Wuhan, em dezembro de 2019. O número de mortos por Covid-19 no mundo já ultrapassou 6,2 milhões

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Brasil registra 92 mortes por Covid-19 e mais de 17 mil casos nas últimas 24 horas apareceu primeiro em Olhar Digital.

✇ Olhar Digital :: Olhar Digital Geral

Covid-19: com 138 óbitos, Brasil tem menor média móvel desde desde 13 de janeiro

Por Edson Kaique Lima — 12 de Abril de 2022, 21:41

O Painel do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass), divulgado nesta terça-feira (12), apontou que o Brasil teve 166 óbitos por Covid-19 nas últimas 24 horas. Também foram registrados 22.724 novos casos no mesmo período.

Os dados divulgados correspondem aos registros de todos os estados, que enviaram as informações ao Conass sem nenhuma intercorrência. A média móvel de óbitos ficou em 138, menor índice desde o dia 13 de janeiro, quando a média dos últimos sete dias ficou em 128 mortes.

Confira os números atualizados no Brasil:

  • 166 óbitos nas últimas 24 horas;
  • 22.724 casos confirmados nas últimas 24 horas;
  • 661.493 óbitos acumulados;
  • 30.183.929 casos confirmados no total;
  • Média móvel de 138 óbitos e 20.543 casos nos últimos 7 dias.

#PainelConass Covid-19
Data: 12/04/2022, 18h

Casos
• 22.724 no último período
• 30.183.929 acumulados

Óbitos
• 166 no último período
• 661.493 acumulados

Média móvel dos últimos 7 dias
• 20.543 casos
• 138 óbitos

Mais informações: https://t.co/ZjV7hqzyQ0

— CONASS (@ConassOficial) April 12, 2022

A Covid-19 no Brasil

Após chegar ao Brasil em março de 2020, o vírus da Covid-19 se espalhou rapidamente. Pouco mais de dois anos e meio depois da chegada da pandemia no país, foi alcançada a assustadora marca de 600 mil óbitos.

Com momentos de alta e de baixa nos novos casos e no número de mortes, o Brasil só teve um cenário de melhora na pandemia após o avanço da vacinação. Segundo dados do Ministério da Saúde, mais de 150 milhões de pessoas já estão com o esquema vacinal completo.

Leia mais:

Covid-19: situação no mundo

Segundo dados da Universidade Johns Hopkins, o vírus da Covid-19 já infectou mais de 500 milhões de pessoas em todo o mundo. O marco é alcançado mais de dois anos após seu surgimento na cidade chinesa de Wuhan. O número de mortos por Covid-19 no mundo já ultrapassou 6 milhões.

Já assistiu aos novos vídeos no YouTube do Olhar Digital? Inscreva-se no canal!

O post Covid-19: com 138 óbitos, Brasil tem menor média móvel desde desde 13 de janeiro apareceu primeiro em Olhar Digital.

✇ Portada de EL PAÍS

La mesa de diálogo se reunirá mensualmente y los acuerdos serán “en el marco de la seguridad jurídica”

Por Carlos E. Cué, Camilo S. Baquero — 27 de Fevereiro de 2020, 10:31

Había tan pocas expectativas que el comunicado conjunto y las comparecencias tras la primera reunión de la mesa de diálogo sonaron mucho más positivas de lo esperado. Después de tres horas de encuentro, el Gobierno y la Generalitat pactaron que la mesa se reunirá todos los meses en Madrid y Barcelona —aunque ya no estarán ni los presidentes ni los vicepresidentes— y pusieron en el comunicado la palabra “acuerdo”, esto es, que se contempla ya al menos como posibilidad. El único límite es que estos hipotéticos pactos “estarán en el marco de la seguridad jurídica”, sin mención expresa a la Constitución.

Seguir leyendo.

✇ Portada de EL PAÍS

ERC mantiene en vilo al Gobierno ante la primera votación decisiva

Por Carlos E. Cué, Camilo S. Baquero, José Marcos — 26 de Fevereiro de 2020, 09:12

Llega la primera gran prueba de la resistencia de la mayoría del Gobierno. El objetivo de déficit público, paso previo a los Presupuestos, se vota este jueves y de nuevo todo depende de, al menos, la abstención de ERC. Los republicanos catalanes no han garantizado aún su voto. El Gobierno confía en que no harán explotar la mayoría y por tanto la estabilidad en la primera prueba, pero ERC se hace de rogar y lo fía todo al resultado de la esperada mesa de Gobiernos que se abre este martes en La Moncloa —24 horas antes de la votación— y a los detalles del objetivo de déficit. En el Ejecutivo hay una preocupación creciente por que la batalla electoral catalana haga inviables los Presupuestos.

Seguir leyendo.

❌